O universo do entretenimento é uma montanha-russa, e tudo “enjoa”. Tudo bem que isso pode ser inviável no caso dos smartphones porque eles representam uma necessidade de comunicação na sociedade, mas não é impossível. De dois anos para cá, o mercado mundial de smartphones não parou de crescer.

No entanto, talvez em um sinal de amadurecimento do segmento, a previsão é de que haja uma queda neste ano de 2014. Pelo menos é o que preveem os analistas da TrendForce, que tipicamente faz esse tipo de pesquisa/análise de mercado.

A projeção é de que as vendas entre janeiro e março sejam mais ou menos 5% inferiores do que as registradas no último trimestre de 2013, como você pode conferir no gráfico acima. Essa seria a primeira vez em que as vendas caem sequencialmente desde 2011.

Segundo o analista Wilson Miao, isso indica um sinal de amadurecimento desse mercado. De acordo com Miao, existe um crescimento natural e “sinais de sazonalidade”.

Apple e Samsung dominam

Não é segredo para ninguém que o market share da Apple e da Samsung é superior ao de todas as outras marcas. As duas empresas representam os pilares do mercado atualmente. O desempenho de LG e Sony também é expressivo e representa uma bela fatia do mercado.

Lá no Japão, por exemplo, a Sony se saiu particularmente melhor do que em outros países. “Minha expectativa é que nós possamos ver um crescimento de nosso market share com base no que vimos no Japão”, afirmou Kaz Hirai, CEO da Sony.

Lá na Terra do Sol Nascente, as ações da Sony somaram mais de 20%, sendo que, em escala mundial, a companhia teve um aumento de cerca de 5%. No último trimestre de 2013, cerca de 12 milhões de smartphones da Sony foram vendidos, 62% a mais com relação ao ano anterior.

A LG, por sua vez, utilizou sua parceria produzindo telefones da Nexus para Google e ajudou suas ações a subirem 4,2% numa escala global. Cerca de 11 milhões de smartphones da empresa foram comercializados no último trimestre de 2013, marca que representa um crescimento de 57%.

Cupons de desconto TecMundo: