A Índia é um dos países que sofrem com abalos constantes. (Fonte da imagem: Reprodução/TV Continental)

Pela dificuldade em prever data e hora de terremotos, mesmo com as tecnologias mais avançadas da área, cientistas podem usar um aparelho bastante popular para ajudar a coletar dados sobre esses fenômenos naturais: os smartphones.

Um artigo publicado nesta semana em uma revista científica afirma que o acelerômetro desses aparelhos seriam ideais para coleta de dados em tempo real sobre terremotos de magnitude cinco ou mais quando o celular estiver próximo do epicentro (ponto da superfície da Terra localizado exatamente acima do "foco" de um desses tremores).

O uso dos smartphones é apropriado por ser de baixo custo e fácil utilização, especialmente por conta da portabilidade, facilitando o uso do gadget em locais de difícil acesso, como próximo a vulcões ou ambientes submarinos. O sensor teria que ser ainda mais sensível que o atual, mas seriam poucas as pesquisas e melhorias necessárias para que ele torne-se uma ferramenta de pesquisa ideal.

Cupons de desconto TecMundo: