A Canonical anunciou a redução do preço de seu novo smartphone, o Ubuntu Edge, de US$ 775 (cerca de R$ 1.779) para US$ 695 (R$ 1.595). A medida foi tomada para impulsionar a campanha de financiamento coletivo via Indiegogo em prol do lançamento do celular, que incluirá os sistemas operacionais Android e Linux.

Até agora, a empresa já recebeu cerca de US$ 8,6 milhões em suporte, o que está bem longe dos US$ 32 milhões pretendidos até o dia 21 de agosto. O novo preço será mantido até o final do prazo e os investidores que já doaram mais do que o atual valor terão a diferença devolvida quando a campanha for concluída, segundo a companhia.

De acordo com a Canonical, essa mudança foi possível graças à Bloomberg, a primeira companhia que se disponibilizou a adquirir um dos 50 pacotes “Enterprise”. A oferta garante 115 unidades do Ubuntu Edge, acesso a workshops e um mês de suporte online – tudo isso pela bagatela de US$ 80 mil (R$ 182,5 mil).

Debaixo do capô

Entre os atrativos do aparelho estão seus 4 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, tela de 4,5 polegadas e resolução de 720x1280 coberta por cristal puro de safira (que a companhia alega ser o material mais duro após o diamante), conectividade 4G, NFC e Bluetooth 4.0. Além disso, será possível conectar um monitor, teclado e mouse ao aparelho e utilizá-lo como um computador desktop totalmente operacional com Ubuntu.

A Canonical achou importante lembrar que a campanha é exclusiva para o Indiegogo, o que significa que se você não adquirir um Ubuntu Edge por meio do suporte, você não conseguirá comprá-lo posteriormente. O projeto teve um rápido crescimento no seu período inicial, mas acabou desacelerando consideravelmente desde então. Caso seja bem-sucedida, esta será a iniciativa de crowdfunding com a meta mais elevada já atingida até hoje.

Cupons de desconto TecMundo: