Muitos fabricantes de smartphones desenvolvem seu próprio sistema operacional. Este é o caso do Blackberry, do iPhone e dos aparelhos da Nokia, com o Symbian. Por outro lado, empresas como a Motorola e a HTC preferem optar por SOs já disponíveis, adaptando o que for necessário.

E o casamento entre a Motorola e o Android tem dado bons frutos. Trazendo a interface Motoblur – voltada para a integração das principais redes sociais –, os smartphones da empresa americana têm feito sucesso.

Agora, chega ao Brasil mais um aparelho com sistema operacional do Google: o Motorola Quench. Um smartphone leve, com uma tela generosa e câmera digital muito boa. O novo celular, lançado em abril de 2010, está disponível pela operadora TIM.
Características
Antes de partir para a análise do que aprovamos ou não no Motorola Quench, vamos ver alguns detalhes sobre o aparelho. Sua memória ROM é de 512 MB, e a RAM 256 MB. Ele possui memória interna pequena, de apenas 512 MB, mas vem com cartão microSD de 2 GB, expansível até 32 GB.

Com o mesmo sistema operacional e interface do Motorola DEXT, as comparações são inevitáveis. Seu processador também é o mesmo, o Qualcomm MSM7201A, de 528 MHz. No entanto, o Quench não possui teclado físico QWERTY, o que o deixa mais fino e leve.

Agora, vamos ver o que há de melhor – ou pior – no Motorola Quench!
Aprovado
Valores $

O primeiro ponto positivo do Quench é o preço. Enquanto o Motorola Milestone é encontrado na faixa de R$ 1600 a R$ 1800 (desbloqueado) e o DEXT tem preço inicial de R$ 509 (pela operadora Claro), o novo smartphone, vendido pela TIM, pode sair até de graça.

O preço inicial pela operadora é de R$ 899, para plano pré-pago. Mas ele pode baixar consideravelmente, dependendo do plano pós-pago que o usuário adquirir. Isso faz com que o Quench seja um dos Androids mais acessíveis do mercado.

Câmera digital potente

A câmera disponível no Quench é realmente um caso à parte. Mesmo com 5 MP (mesma resolução do DEXT, Milestone e N97, da Nokia), ele oferece uma qualidade de imagem superior, por ter um sensor de imagem melhor.

Câmera digital com flash LED.

Além disso, tem flash LED potente, que ilumina a cena antes de você fotografar, para um bom enquadramento mesmo em ambientes escuros. A lente tem foco automático e zoom de 3x. Suas imagens são claras e bem definidas.

Observe abaixo uma comparação entre uma fotografia feita com o DEXT e outra com o Quench, no mesmo lugar e com a mesma iluminação. Enquanto a primeira está saturada e com pouca definição, a segunda foto está bem mais definida. A diferença de qualidade é gritante:

Comparação das imagens do DEXT e Quench.

E o Quench ainda oferece possibilidade de edição na imagem no próprio aparelho e é compatível com o Picasa e os serviços do Motoblur. E, em conexão com o GPS integrado do aparelho, é possível adicionar geotags às fotos.

Android + Motoblur

O Motoblur é, sem dúvida, uma das principais características dos Androids da Motorola. A interface tem cinco homescreens alternativas e permite que você integre todas as principais redes sociais da internet.

Isso significa que cada vez que recebe uma mensagem – seja email, via Twitter, Facebook, ou Orkut – você é avisado através de notificações. Uma forma de estar sempre conectado, sem precisar acessar nada através do navegador.

Além disso, o próprio Android é um detalhe à parte no Quench. Suas possibilidades de configuração são características muito positivas, permitindo que o usuário adicione widgets à sua Área de trabalho e fornecendo acesso rápido às principais funções do aparelho.

Reprodução: AndroidTambém está disponível o Android Market, a loja de aplicativos do SO da Google, que permite baixar e instalar o que você desejar através do aparelho, sem precisar do computador – como no Symbian. O número de aplicativos cresce todos os dias, e a tendência é que aumente ainda mais com a popularização do Android no Brasil.


Aplicativos do Google

Completamente compatível com o Google, o Quench – seguindo a tendência de outros aparelhos da Motorola – tem vários serviços do Google já instalados. É possível acessar o Gmail, o mensageiro Google Talk, o Google Maps e o YouTube.

Tela grande, mas aparelho leve

Reprodução: MotorolaMesmo com uma tela generosa, de 3,1” – com resolução de 320 x 480 pixels e touchscreen capacitivo -, o Quench não pesa no bolso. Isso porque ele não possui teclado físico QWERTY, o que reduz em pelo menos 35 g seu peso em relação ao DEXT e ao Milestone, que pesam 165 g.

Bateria

A bateria do Quench é uma Li-Po 1420 mAh, mesma do DEXT e mais potente que a do Milestone. No entanto, ela suporta mais tempo de carga do que outros aparelhos, sendo até 450 horas de stand-by e 400 minutos de conversação.

Outros detalhes interessantes

Capas alternativas.Além das características mencionadas acima, o Motorola Quench agradou por uma série de pequenos detalhes interessantes. É possível alterar a parte de trás do aparelho, entre cinza e vermelho. Nos Estados Unidos, outras cores - branco e roxo – estão disponíveis.

O aparelho também possui rádio FM. Alguns smartphones da Motorola não vinham com esta função, que realmente faz falta. Caso você esteja sem conexão com a internet no momento, o rádio é um dos melhores meios de buscar informações.

Outro destaque vai para o teclado virtual do aparelho. O Quench, no Brasil, não tem a anunciada função Swype – que registra as letras ao desenhá-las sobre a tela. Mesmo assim, o teclado virtual é espaçoso e muito fácil de utilizar.
Reprovado
Versão do Android

Android Cupcake 1.5O Motorola Quench tem a versão 1.5, chamada de Cupcake. Apesar de o sistema operacional da Google ser muito bom, a versão 1.5 pode ser considerada um aspecto negativo do aparelho, uma vez que até a 2.1 – presente no Milestone – já está disponível no Brasil.

Isso traz limitação ao usuário, pois os aplicativos mais novos só estão disponíveis para as versões mais novas do SO. É o caso do Google Earth e dos aplicativos oficiais do Orkut e do Twitter. Se o Milestone, lançado antes, já traz a versão Eclair, por que não disponibilizá-la também no Quench?

Motoblur: gasto de bateria e personalização

Aparelhos com Android são, sabidamente, grandes devoradores de energia. E isso se agrava quando utilizamos o Motoblur. Apesar de ser uma função excelente, juntando todas as principais redes sociais em um aplicativo só, ele ainda consome muita bateria do aparelho.

Outro aspecto é o da personalização. É possível adicionar gadgets e alterar o papel de parede, porém, a interface do Motoblur para Android não oferece temas alternativos ao usuário. E esta função pode ser utilizada em Androids da HTC, com a interface Sense.

Design

Design.Visualmente, o Quench é mesmo muito bonito. Mas pensando em questões práticas, ele deixa a desejar. A primeira coisa é o trackpad capacitivo, que acaba se tornando um pouco inútil por conta da tela sensível ao toque.

Outro detalhe importante é que, em volta da tela, o aparelho é branco. Com o tempo, ele pode ficar amarelado e até mesmo sujo, pois as teclas estão na cor branca também. O Quench possui quatro teclas, além do trackpad, mas poucos minutos de uso já mostram que as duas teclas inferiores (de busca e para voltar) são ruins de acessar, necessitando um pouco de força para funcionarem.

E, por fim, a tentativa de acessar a bateria e o cartão SIM provou ser uma verdadeira luta. É necessário pressionar o botão preto na parte inferior do aparelho para retirar a capa, mas isso precisou de tempo, paciência e força. Portanto, não se anime muito com as alternativas de capa, pois trocá-la é bem complicado.
Vale a pena?
O Motorola Quench é um aparelho completo, com todas as funções básicas de um telefone celular, somado as principais características de um bom smartphone. E tudo isso por um preço razoável. Vale lembrar que ele acabou de ser lançado no Brasil. Isso nos faz esperar por mais baixas de preço, tornando o Quench um Android ainda mais acessível.

Em nossa análise, os pontos positivos são mais fortes que os negativos. Se você quer um aparelho com sistema operacional do Google e uma ótima câmera digital, o Quench é, definitivamente, uma excelente alternativa.

Cupons de desconto TecMundo: