Quais os primeiros celulares 4G disponíveis no Brasil?

3 min de leitura
Imagem de: Quais os primeiros celulares 4G disponíveis no Brasil?
Avatar do autor

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Embora ainda em ritmo relativamente lento, o Brasil atualmente testemunha o crescimento de sua rede 4G. Disponível primeiramente nas sedes da Copa das Confederações, até 2014 a tecnologia deve estar operando em todos os locais que vão sediar a Copa do Mundo da FIFA, para só então se espalhar por outros cantos do país.

Mesmo oferecendo sinais com alcance restrito, as principais operadoras do país já começaram a disponibilizar no mercado diversos smartphones compatíveis com a novidade. Prometendo velocidades de conexão de no mínimo 5 Mbps, empresas como a Claro, TIM, Vivo e Oi oferecem uma grande variedade de aparelhos e planos para quem já está disposto a experimentar a tecnologia.

Neste artigo, apresentamos quais são os celulares disponíveis no Brasil que possuem compatibilidade com o padrão 4G adotado em território nacional. Além de mostrar alguns de seus detalhes técnicos básicos, informamos o preço de venda sugerido pelas suas fabricantes — caso você pretenda adquiri-los junto a um plano pós-pago, também mostramos quais operadoras do país trabalham com os dispositivos listados.

Samsung Galaxy S4 (GT-I9505)

(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

  • Sistema operacional: Android 4.2;
  • Display Super AMOLED de 5 polegadas com resolução Full HD;
  • Processador quad-core Qualcomm Snapdragon 600 de 1,9 GHz;
  • 2 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 13 megapixels;
  • Câmera frontal de 2 megapixels;
  • Preço sugerido: R$ 2.499;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro, TIM, Vivo e Oi.

Samsung Galaxy S3 (GT-I9305)

(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

  • Sistema operacional: Android 4.1;
  • Display Super AMOLED de 4,8 polegadas com resolução 1280x720 pixels;
  • Processador quad-core Cortex-A9 de 1,4 GHz;
  • 2 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 8 megapixels;
  • Câmera frontal de 1,9 megapixel;
  • Preço sugerido: R$ 2.299;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro, Vivo e Oi.

Samsung Galaxy Express

(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

  • Sistema operacional: Android 4.1;
  • Display Super AMOLED Plus com resolução 480x800 pixels;
  • Processador dual-core Snapdragon 400 de 1,2 GHz;
  • 1 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 5 megapixels;
  • Câmera frontal de 1,3 megapixel;
  • Preço sugerido: R$ 1.349;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro e TIM.

Galaxy Note 2 (N7105)

(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

  • Sistema operacional: Android 4.1.2;
  • Display Super AMOLED de 5,5 polegadas com resolução 1280x720 pixels;
  • Processador quad-core Cortex-A9 de 1,6 GHz;
  • 2 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 8 megapixels;
  • Câmera frontal de 1,9 megapixel;
  • Preço sugerido: R$ 1.899;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro (exclusivo).

LG Optimus G

(Fonte da imagem: Divulgação/LG)

  • Sistema operacional: Android 4.1.2;
  • Display IPS de 4,7 polegadas com resolução 1280x768 pixels;
  • Processador quad-core Qualcomm Krait de 1,5 GHz;
  • 2 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 13 megapixels;
  • Câmera frontal de 1,3 megapixel;
  • Preço sugerido: R$ 1.999;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro, TIM e Vivo.

LG Optimus F5

(Fonte da imagem: Divulgação/LG)

  • Sistema operacional: Android 4.1.2;
  • Display IPS de 4,3 polegadas com resolução 960x540 pixels;
  • Processador dual-core Snapdragon Krait de 1,5 GHz;
  • 1 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 5 megapixels;
  • Câmera frontal de 1,3 megapixel;
  • Preço sugerido: R$ 1.399;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro e TIM.

Sony Xperia ZQ

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

  • Sistema operacional: Android 4.2.2;
  • Display TFT de 5 polegadas com resolução Full HD;
  • Processador quad-core Qualcomm Krait de 1,5 GHz;
  • 2 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 13 megapixels;
  • Câmera frontal de 2 megapixels;
  • Preço sugerido: R$ 2.409;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro, TIM e Vivo.

Sony Xperia SP

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

  • Sistema operacional: Android 4.1;
  • Display TFT de 4,6 polegadas com resolução 1280x720 pixels;
  • Processador dual-core Snapdragon Krait de 1,7 GHz;
  • 1 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 8 megapixels;
  • Câmera frontal com resolução VGA;
  • Preço médio: R$ 1.299;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro.

Motorola Razr HD

(Fonte da imagem: Divulgação/Motorola)

  • Sistema operacional: Android 4.1;
  • Display Super AMOLED de 4,7 polegadas com resolução 1280x720 pixels;
  • Processador dual-core de 1,5 GHz;
  • 1 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 8 megapixels;
  • Câmera frontal de 1,3 megapixel;
  • Preço sugerido: R$ 1.700;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro, TIM, Vivo e Oi.

Nokia Lumia 920

(Fonte da imagem: Divulgação/Nokia)

  • Sistema operacional: Windows Phone 8;
  • Display IPS de 4,5 polegadas com resolução 1280x768 pixels;
  • Processador dual-core Snapdragon Krait de 1,5 GHz;
  • 1 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 8 megapixels;
  • Câmera frontal de 1,3 megapixel;
  • Preço sugerido: R$ 1.999;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro e Vivo.

Nokia Lumia 820

(Fonte da imagem: Divulgação/Nokia)

  • Sistema operacional: Windows Phone 8;
  • Display AMOLED de 4,3 polegadas com resolução 800x480;
  • Processador dual-core Snapdragon Krait de 1,5 GHz;
  • 1 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 8 megapixels;
  • Câmera frontal com resolução VGA;
  • Preço sugerido: R$ 1.459;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro, Vivo e Oi.

BlackBerry Z10

(Fonte da imagem: Divulgação/BlackBerry)

  • Sistema operacional: BlackBerry OS 10.1;
  • Display capacitivo de 4,2 polegadas com resolução 1280x720 pixels;
  • Processador dual-core Snapdragon Krait de 1,5 GHz;
  • 2 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 8 megapixels;
  • Câmera frontal de 2 megapixels;
  • Preço sugerido: R$ 2.449;
  • Operadoras nas quais está disponível: Claro, TIM e Vivo.

Como é possível notar, no momento é preciso pagar relativamente caro para ter em mãos um aparelho compatível com o 4G nacional (isso sem contar com as tarifas cobradas pelas operadoras). Felizmente, a tendência é a de que a tecnologia siga o mesmo caminho do 3G e, aos poucos, seja disponibilizada de forma mais acessível para consumidores que não desejam investir na compra de um smartphone de última geração.