(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Na semana passada, o governo brasileiro decretou a isenção de duas taxas para estimular a venda de smartphones no país. PIS e Cofins foram reduzidos a zero para que custem até R$ 1.500, o que deveria resultar em uma queda de pelo menos 9,25% no preço que chega ao consumidor final — pois é esse o valor que as empresas deixam de pagar ao governo. E as empresas do varejo já estão repassando os descontos aos consumidores, como foi relatado pelo G1.

Há alguns aparelhos que ainda não estão com os 9,25% da redução prometida, mas isso deve ser regularizado nos próximos dias — não sendo, as empresas podem ser autuadas pela fiscalização federal. Por outro lado, há modelos que já ultrapassam a margem mínima do governo — chegando aos 11% em alguns casos. Segundo o G1, alguns grupos varejistas preveem um aumento de até 30% no volume de vendas de smartphones nos próximos meses.

Cupons de desconto TecMundo: