(Fonte da imagem: Reprodução/GotoWeb)

Você até pode pensar que todas as suas coisas são muito limpinhas, mas confiar fielmente nisso pode ser algo arriscado. Uma pesquisa da Ball State University divulgada pelo The Wall Street Journal provou que os smartphones são um grande exemplo desse perigo.

Segundo o estudo, os aparelhos são “arrastados” para tantos lugares e manuseados por tanto tempo que eles viraram um grande abrigo para vírus e bactérias. Além disso, a falta de higiene de muitas pessoas faz com que o acúmulo de sujeira seja ainda maior, o que chega a levar grandes quantidades de coliformes fecais ao gadget.

Para não ser injusta, a pesquisa usou oito modelos de celulares diferentes, mas o resultado foi péssimo em todos eles. Por conta disso, os donos desses aparelhos correm sérios riscos de serem “premiados” com uma diarreia, conjuntivite ou gripe.

E como que eu limpo o meu celular?

Os pesquisadores não chegaram a uma conclusão concreta, mas o melhor produto de limpeza usado foi o álcool — enquanto a água foi o pior. Contudo, médicos e fabricantes discordam de qual método deve ser usado, o que dificulta uma higiene completa sem qualquer tipo de agressão ao smartphone.

No entanto, você pode se prevenir de maneira bem simples: lave as mãos sempre que comer algo, for ao banheiro ou sair de transporte público. Além disso, evite deixar o seu celular “encostado” em locais de uso coletivo, como academias e vestiários.

Fonte: The Wall Street Jornal

Cupons de desconto TecMundo: