A Motorola Mobility vai demitir 220 funcionários da fábrica em Jaguariúna (SP) como parte do plano da companhia de reduzir sua força de trabalho no mundo em 20 por cento, informou um sindicato local nesta sexta-feira.

Segundo o sindicato Sindmetal, os 220 funcionários trabalham em setores administrativos da unidade, que produz celulares e decodificadores de TV a cabo. "Não conseguimos avançar nas negociações para evitar as demissões porque a empresa alegou que o corte não depende dela, vem de cima para baixo", afirmou o presidente do Sindmetal, José Francisco Salvino.

Por conta da determinação de reduzir em nível mundial os quadros da companhia, um plano de demissão voluntária na fábrica não foi aceito, disse ele. Apesar disso, o sindicato negociou uma compensação adicional de meio salário por ano trabalhado, com teto de cinco salários, acrescentou. A fábrica da Motorola em Jaguariúna emprega diretamente 2.600 pessoas, segundo Salvino.

A Motorola Mobility anunciou na segunda-feira o plano para cortar 4 mil funcionários e fechar quase 30 por cento de seus escritórios no mundo para recuperar a lucratividade, após registrar perdas em 14 dos últimos 16 trimestres. O companhia é controlada pelo Google, que comprou a empresa por 12,5 bilhões de dólares.

Via Reuters (Por Alberto Alerigi Jr.; Edição Diogo Ferreira Gomes)

Cupons de desconto TecMundo: