(Fonte da imagem: Reprodução/Reuters)

A FCC (Federal Communications Comission) está estudando reabrir seus estudos relacionados à energia transmitida pela radiofrequência usada em telefones celulares. O objetivo é obter uma resposta definitiva para os questionamentos que relacionam o uso desse tipo de aparelho com o câncer cerebral e outros tipos de doenças.

Segundo a Reuters, o conselheiro da FCC Julius Genachowski fez circular uma proposta na última sexta-feira (15) pedindo uma investigação formal sobre os padrões estabelecidos pela agência em 1996. A ação tem a proposta de revisar os métodos científicos usados na época, certificando-se de que todos os resultados foram obtidos de maneira apropriada.

Antes de ser levada a público, a proposta deve ser aprovada por no mínimo cinco comissários do órgão, algo que não aconteceu até o momento. Em maio do ano passado, a Organização Mundial da Saúde afirmou que os celulares são “potencialmente cancerosos aos humanos”, os colocando na mesma categoria que o café e vegetais que passaram por algum processo de industrialização.

Os padrões usados pelos aparelhos comercializados nos Estados Unidos só operam dentro dos padrões estipulados pela FCC em 1996. Caso um gadget não seja aprovado pela organização, será impossível comercializá-lo através de meios oficiais no país.

Fonte: Reuters

Cupons de desconto TecMundo: