(Fonte da imagem: iStock)

Comodidade e facilidade de acesso, conectividade onde quer que você esteja e agilidade para localizar dados e informações e assistir a vídeos e filmes. A alta tecnologia empregada faz com que os smartphones sejam um objeto de desejo de quase toda a população. Entretanto, é importante estar atento a alguns cuidados hora de aproveitar estes recursos, para evitar que o seu uso frequente ocasione problemas posteriores.

Um estudo divulgado recentemente pela Universidade da Califórnia percebeu um aumento do cansaço visual entre os usuários de smartphones – celulares que viabilizam conexão à internet e o acesso a arquivos multimídia na palma da mão, mas que se usados por períodos prolongados de tempo podem suscitar sintomas como dor de cabeça e fadiga.

A pesquisa concluiu que a origem desses problemas pode ser a combinação de dois fatores: focar a tela do aparelho ao mesmo tempo em que se ajusta a sua distância para leitura.Filmes e vídeos de longa duração, que exigem atenção contínua do usuário, seriam os principais vilões da história.

(Fonte da imagem: iStock)

O doutor Luiz Geraldo Simões de Assis, diretor clínico do Instituto de Oftalmologia de Curitiba (IOC), endossa o alerta: “Com os smartphones, as pessoas não respeitam a distância de 30 cm recomendada para leitura, o que pode causar desconforto visual, cansaço e dores de cabeça”, explica. Para ele, ainda contribuem para isso o fato de as fontes usadas nos celulares serem pequenas e também dessa exposição ao smartphone muitas vezes ocorrer por longos espaços de tempo, substituindo computadores.

O esforço realizado para leitura em smartphones é semelhante ao processo que acontece quando lemos numa tela de computador ou na televisão. Nesses casos, porém, a distância de leitura é mais confortável, o que reduz os efeitos da exposição.

Para diminuir os efeitos nocivos dos celulares sobre os olhos, o oftalmologista faz algumas recomendações. “É importante aumentar a fonte exibida pelo celular e afastá-lo dos olhos, usando óculos ou lentes de contato quando necessário. Além disso, o ideal é que se pisque com mais frequência, antes que os olhos comecem a arder”, aconselha.

Via Assessoria de Imprensa

Cupons de desconto TecMundo: