(Fonte da imagem: Divulgação / Samsung)

Há três anos, no Mobile World Congress 2009, 17 fabricantes e operadoras de telefonia celular se comprometeram a produzir um carregador universal, que servisse para energizar a bateria de todos os seus aparelhos. Na edição 2012, um modelo com saída micro-USB foi finalmente aprovado.

Apesar da ideia original de que a maioria dos celulares vendidos em 2012 já contassem com um único modelo, os planos de adoção foram empurrados para 2014. Isso se deve ao fato da proposta contemplar apenas os smartphones, que apesar de cada vez mais populares, ainda representam uma parcela pequena do total de aparelhos existentes no mundo.

A proposta agradou à Samsung e à Sony-Ericsson, que já utilizam o padrão para todos os seus aparelhos. Agora, aguardam que as outras fabricantes também comecem a utilizar o carregador universal.

Agora, os fabricantes seguem para uma etapa de negociação na qual decidirão se seus aparelhos passarão a contar com os carregadores vendidos separadamente. De acordo com Bertrans Villié, diretor de desenvolvimento sustentável da Sony-Ericsson, todas as empresas devem tomar a decisão de forma unificada, caso contrário, a companhia pioneira acabará saindo no prejuízo.

Cupons de desconto TecMundo: