Nos celulares de hoje em dia, receber e efetuar ligações é apenas uma entre várias funções que um aparelho pode possuir. É muito fácil encontrarmos telefones portáteis que realizam tarefas que antes cabiam a outros eletrônicos, concentrando várias possibilidades em um só produto.

É o caso do Eyo H808D, que é caracterizado como um MP15. É isso mesmo: esqueça seu MP3 player, capaz apenas de reproduzir músicas ou sintonizar rádios, ou o MP4, que roda também vídeos, pois esse aqui é capaz de realizar mais que o triplo de funções de seus antecessores.

O Tecmundo analisa abaixo o ambicioso modelo, que pode ser adquirido por pouco menos de R$ 200 em sites que importam produtos diretamente da China. Mas já avisamos: enquanto os preços são bons, os produtos não são garantidos em qualidade e demoram até mais de um mês para chegar

Especificações

  • Tela LCD Touchscreen de 2.8’’;
  • Medidas: 10,6 x 5,6 x 1,3 cm;
  • Memória interna de 256 MB;
  • Expansão de memória de até 8 GB;
  • Suporte a vários idiomas, incluindo português (de Portugal).

Funções

  • Celular com suporte para dois chips SIM;
  • Sinal de TV digital e analógico;
  • Conexão por GPRS e WAP;
  • Player e editor de áudio e vídeo;
  • Câmera frontal e traseira de 2,0 MP;
  • Rádio FM e gravador de voz;
  • Conectividade Bluetooth e cabo com saída USB.

Aprovado

Televisão portátil

Essa é a grande surpresa do Eyo H808D. Com uma boa resolução de imagem para um celular, a captação de sinal de televisão realiza uma ampla pesquisa de canais das principais emissoras do local onde você estiver.

Além disso, há o suporte para assistir a TV com o telefone na horizontal, fora o suporte para caption (aqueles textos que transcrevem as falas e ações durante os programas).

Outro fator interessante é a possibilidade de gravar trechos de programas em MP4. A qualidade depende bastante do sinal e não chega a ser muito alta, mas é um recurso interessante. Só tome cuidado com a antena: ela parece frágil e é um pouco desconfortável em ambientes cheios de gente.

Menus e botões

São duas as maneiras de navegar pelo celular: através da tela sensível a toque ou dos botões localizados abaixo do visor. Com eles, é possível abrir o menu principal mais rapidamente, navegar pelas opções e ligar ou desligar o aparelho.

Já na tela principal, existem duas barras que, através do touchscreen, concentram alguns atalhos importantes do aparelho. No menu localizado na lateral esquerda, você arrasta para a tela vários relógios e calendários personalizados, além de alguns ícones que servem apenas para decoração.

Já na barra inferior estão atalhos importantes que podem ser organizados pelo usuário, como o item para efetuar ligações, as opções multimídia e de internet. No geral, a organização apresentada é muito boa e todas as funções são fáceis de serem encontradas.

Câmera e reprodutores

Ela pode não ser a função mais procurada, mas a câmera fotográfica e de vídeo cumpre um bom papel no Eyo H808D. Ela possui dois sensores (frontal e traseiro) e uma resolução de 2 MP.

Há uma diferença grande entre as duas (o sensor frontal não possui tanta qualidade), mas é possível obter fotos e vídeos razoáveis, com boa resolução de cores, apesar do baixo detalhamento.

À direita, o sensor frontal da câmera, que apresenta menor qualidade. (Fonte da imagem: )

Além disso, há um editor embutido no aparelho: você pode recortar, redimensionar e adicionar uma série de efeitos nos retratos ou nas gravações que você acabou de registrar. Para um MP15, portanto, as vantagens da câmera compensam suas limitações.

Já os players de áudio e vídeo funcionam normalmente. Enquanto o áudio pode estar em MP3, AAC, AAC+ e WAV, o vídeo é apenas em MP4. É possível ainda ouvir música enquanto você mexe no aparelho.

O áudio que sai do celular é um pouco baixo, mas pode ser compensado pelos fones de ouvido que acompanham o produto, que são frágeis, porém eficientes.

Telefone

Apesar de tantas funções, ele ainda é um celular – e funciona normalmente ao enviar e receber ligações ou mensagens. O sistema de dois chips é útil para quem utiliza dos serviços de telefonia ou possui diferentes aparelhos do cotidiano e do trabalho, por exemplo.

Reprovado

Tela sensível a toque

A tela de 2,5” é resistiva, porém, o celular não acompanha uma caneta própria. O uso do touchscreen com eficiência só pode ser realizado com esse acessório: com os dedos, torna-se extremamente difícil e até irritante navegar pelos menus ou digitar mensagens de texto.

A qualidade da tela não é das melhores. Ela é facilmente marcada por riscos ou marcas de dedos. Além disso, o aparelho responde bem aos toques, mas o movimento de menus é um pouco falho.

Aplicativos em Java

O telefone possui acesso à internet, mas isso não significa que ele se equipara a um smartphone. Seus aplicativos são todos em Java, porém rodam com limitações. Apesar de fornecer o Opera Mini 4.2 e 5.0, o Google Maps, o eBuddy (para acessar messengers) e um software para logar no Facebook, a navegação por eles é difícil de ser feita.

O celular conta com um navegador próprio, mas que também se revela desastroso. Ao visitar o Baixaki ou o Tecmundo, por exemplo, nos deparamos com sites incompletos, com bem menos conteúdo que o normal e que até não carregam algumas das imagens.

A seção de games é bastante desorganizada: em uma delas, a “Jogos”, é possível encontrar vários aplicativos comuns e levemente divertidos, enquanto em outra pasta, chamada “Jogos de ação”, há apenas um simulador de dados.

Bateria

Utilizado apenas como celular e sem internet, Bluetooth, rádio ou TV ligados, é possível aproveitar o aparelho por alguns dias sem precisar carregá-lo. Ao ligar alguma de suas funções adicionais, entretanto, você percebe que a bateria é consumida com uma velocidade absurda, durando poucas horas, especialmente durante a transmissão dos canais de televisão.

Se você pretende assistir a algo durante muito tempo e depois desfrutar de alguma outra função do aparelho, esteja com o carregador em mãos.

Travamentos

Quando você utiliza um computador com configurações ruins, é muito fácil deixá-lo lento: só abrir vários programas de uma só vez, como editor de imagens, o navegador, um jogo, entre outros.

Com o Eyo H808, acontece a mesma coisa: ao inserir os dois chips, ligar a internet e tentar acessar uma página ou os canais de TV, você se depara com estranhos travamentos e uma lentidão fora do comum, algo inaceitável para um aparelho que oferece tantas funções juntas.

Vale a pena?

Antes de sair comprando o Eyo H808D só pelo alto acúmulo de funções, lembre-se de que se trata de um produto autêntico chinês. Sendo ainda mais claro: ele até funciona, mas tem coisa melhor no mercado e por um preço não tão alto.

Se você pretende utilizá-lo como celular com dois chips, além de player de música e TV portátil, ele vale a pena, principalmente pelo preço. O funcionamento dessas funções é bastante decente, apesar da origem do produto e da duração um pouco baixa da bateria.

Ainda assim, ele conta com vários defeitos e limitações, como os travamentos, devido à sobrecarga de coisas funcionando, ou a tela touchscreen, que é resistiva e não acompanha uma caneta com o produto.

Se você não liga para esses problemas, adquiri-lo pode até compensar, após uma boa pesquisa de mercado.

Cupons de desconto TecMundo: