Os celulares podem até ter surgido originalmente para que pudéssemos fazer ligações à distância, mas parece que isso é o que os brasileiros menos fazem com seus smartphones. No lugar disso,  para o povo tupiniquim, o envio de mensagens instantâneas são a principal função de seus aparelhos.

Ao menos é isso o que indica um estudo recente feito pela Kantar Worldpanel. De acordo com eles, a troca de mensagens instantâneas, que já era realizada por absurdos 73,5% da população em 2015, cresceu para 83,3% em 2016; seguido disso, a população brasileira prefere focar no uso de emails tanto para se informar quanto se comunicar, sendo utilizados por 74,7 e 58,2% da população, respectivamente.

Mensagens instantâneas continuam em primeiro lugar disparado na principal função dos smartphones

Nenhum deles, no entanto, mostrou um crescimento maior de um ano para outro do que usar o celular para assistir vídeos na internet. O salto, segundo os números, foi de 29,5% para 55% de utilização pelos brasileiros; não seria nenhuma surpresa se, ao fim de 2017, essa categoria tomasse um espaço ainda maior na vida por aqui.

Smartphones também dominam

Outro ponto interessante abordado pelo instituto foi a taxa de adoção dos brasileiros aos smartphones. Isso porque, enquanto os celulares já são utilizados por 94% das pessoas no país, suas versões inteligentes ultrapassaram a metade do público desse tipo de aparelho: se em 2015 os smartphones tinham 49% do mercado, em 2016 eles alcançaram 57%.

Isso não quer dizer, no entanto, que o mercado brasileiro está cheio de iPhones, Galaxys S e outros modelos de ponta. Como o gráfico abaixo mostra bem, o que predomina são os smartphones intermediários (na faixa de 500 a mil reais), seguidos por pouco dos modelos de entrada.

Vale notar que, apesar disso, 2016 mostrou certa inversão nesses padrões. Os dois maiores mercados estão lentamente caindo, enquanto as faixas de aparelhos de mais de R$ 1 mil ganham cada vez mais força – particularmente até a marca de 1,5 mil.

Apesar de continuarem com números baixos, aparelhos mais caros ganharam mais espaço em 2016

Seja como for, uma coisa é certa: os smartphones estão simplesmente dominando o interesse dos brasileiros, e apps como o WhatsApp, Instagram e Snapchat prometem substituir as ultrapassadas ligações telefônicas.

Cupons de desconto TecMundo: