Você é uma daquelas pessoas que nunca escuta seu celular tocar ou que constantemente esquece onde deixou o aparelho? Então um bracelete vibratório pode ser uma boa alternativa para você.

Explicamos: o Bluetooth Vibrating Bracelet 1.2 é um acessório bastante interessante que, através de uma conexão via Bluetooth, é sincronizado com seu celular. Suas duas funções operam através do sistema vibratório: ela avisa quando alguém liga para seu número e funciona como um sensor, que indica quando você se distancia em mais de 10 metros de seu telefone.

Com 8,2 centímetros de comprimento, sete de diâmetro e 1,5 de espessura, o bracelete pode ser utilizado no pulso ou, se preferir, até guardado no bolso. O carregamento da bateria é feito através de um cabo USB com um adaptador especial, que já acompanha o produto. A recarga dura cerca de três horas, como um eletrônico padrão, e a bateria pode durar mais de um dia, caso a pulseira não vibre com muita frequência.

Aprovado

Funcionamento

A pulseira vibratória funciona perfeitamente para avisar sobre ligações recebidas. Quando o celular registra uma chamada, ela demora pouquíssimos segundos para reagir e começar a vibrar. O barulho é um pouco alto e pode incomodar se você estiver em locais que exijam silêncio, mas pará-lo é simples: é só atender ao telefone ou desligar a pulseira, tarefas feitas rapidamente. Mensagens de texto não são registradas pelo aparelho.

Sincronizá-lo com seu celular também é muito simples. O processo é feito na hora e funcionou sem problemas com todos os aparelhos testados pelo Tecmundo.

Alerta de localização

O sensor de proximidade também não apresentou defeitos e é muito útil para quem esquece frequentemente onde deixou o aparelho ou até suspeita que ele tenha sido roubado. A distância mínima de cerca de 10 metros é ideal para esse funcionamento.

Visual

O bracelete é bonito e estiloso, lembrando aquelas pulseiras utilizadas por atletas que viraram moda há algum tempo. A cor e o modelo ainda fazem com que ela seja utilizada normalmente por homens e mulheres de qualquer idade.

Acessórios complementares

O manual está em inglês e, apesar das poucas páginas e de só ter uma ilustração, explica todos os passos para manusear o aparelho. Você aprende tarefas simples, desde como pareá-lo com seu celular através do Bluetooth, até algumas dicas de preservação da pulseira, como deixá-la longe de ambientes úmidos ou com altas temperaturas.

Já o carregador serve tanto para tomadas quanto para USB. A caixa, espaçosa e bem feita, ainda pode servir para guardar outros objetos, caso você use a pulseira durante todo o dia.

Reprovado

Medidas

O tamanho único pode deixar usuários desconfortáveis, com um espaço sobrando no braço. Ajustar a extensão da pulseira até é possível, mas é um método complicado e que exige paciência e cuidado.

Além disso, a espessura padrão é grande demais e também pode ser um problema. Utilizá-la como parte de seu visual no dia a dia vai de cada um.

Composição

Aprender a manusear a trava da pulseira pode roubar alguns minutos de quem não recebeu instruções sobre como abrí-la e, principalmente, tem medo de quebrar alguma peça do objeto.

Os componentes de metal e plástico parecem extremamente frágeis, portanto, todo cuidado é necessário para preservar o aparelho.

Utilidade

A vibração do aparelho é alta e muito similar ao mesmo mecanismo utilizado pelos celulares. Desse modo, se você for utilizá-lo apenas como um substituto desse recurso, a pulseira acaba não sendo tão útil assim. O preço, cerca de 36 reais em sites de produtos importados, pode ser considerado salgado para um acessório tão simples.

Vale a pena?

Apesar de parecer uma grande ideia e ter uma função muito boa para pessoas ocupadas ou esquecidas, a utilidade e a composição do bracelete vibratório podem ser um pouco questionadas.

Se você não se incomoda em andar com a pulseira por aí, ela se mostra uma excelente aquisição. Sua aparência esportiva e seu funcionamento sem problemas são pontos que podem convencê-lo a comprar o produto.

O grande problema parece ser o ajuste do pulso, caso ela não caiba perfeitamente em seu braço. Além disso, se você não costuma deixar seu aparelho no silencioso ou perder sua localização, não há a menor necessidade de adquiri-la.

Mas se você não vê muita utilidade no bracelete, ainda há alternativas: o acessório é bem trabalhado e pode valer como um presente criativo para algum conhecido seu que se encaixe no público-alvo.

Cupons de desconto TecMundo: