7 mortes terríveis de pessoas que não desgrudavam de seus smartphones

2 min de leitura
Imagem de: 7 mortes terríveis de pessoas que não desgrudavam de seus smartphones
Avatar do autor

1. Queda de penhasco

No Natal de 2015, Joshua Burwell foi ao penhasco Sunset, em San Diego (EUA), para ver o pôr do sol. Até aí, tudo normal, já que o local atrai muitos moradores e turistas em busca da selfie perfeita. Em determinado momento, entretanto, Burwell caminhava em direção ao abismo enquanto escrevia uma mensagem em seu smartphone, e não deu outra: ele ultrapassou o limite de segurança e, sem querer, caiu de uma altura de 18 metros, morrendo na hora.

Só que sem para-quedas

2. Caçando o próprio assassinato

Em Birmingham (EUA), um jovem de 23 anos teve o seu iPhone roubado, em fevereiro deste ano, e se lembrou que era possível rastrear o aparelho através da internet. Ele descobriu que o celular estava em um subúrbio da cidade e resolveu ir sozinho procurá-lo. O GPS o mandou até o estacionamento de uma igreja, e o rapaz ligou para seu número até ouvi-lo dentro de um carro. Ao caminhar na direção do veículo, ele acabou dando de cara com o ladrão, que o matou a tiros.

Sempre procure as autoridades

3. Engavetamento escolar

Dirigir enquanto mexe no celular não é uma boa combinação. Nunca foi. Nunca será. Em 2012, um rapaz de 19 anos estava digitando mensagens em seu celular quando causou um engavetamento entre quatro veículos – sendo que dois deles eram ônibus escolares repletos de crianças. Um dos motoristas e um dos estudantes morreram na hora, e outras 38 pessoas ficaram gravemente feridas. O acidente aconteceu no estado norte-americano do Missouri.

2 mortos e 38 feridos

4. Maçã da morte

A jovem chinesa Ma Ailun, de 23 anos, teve uma morte instantânea ao ser eletrocutada quando atendeu uma ligação em seu iPhone que estava conectado à tomada de energia. Sua irmã presenciou a cena e explicou às autoridades que tanto o aparelho quanto o cabo eram originais. A Apple enviou condolências e prometeu investigar o caso, que nunca foi resolvido. A tragédia aconteceu em 2013.

... e morreu

5. Pingue-pongue chinês

Trânsito e celular não combinam, nem mesmo se você for um pedestre. O que custa dar uma paradinha para responder a uma mensagem importante? Para uma chinesa, custou a vida. Em 2015, ela atravessava uma rua em Zhongshan mexendo no celular, quando foi atingida por um caminhão que a arremessou até o outro lado da pista, onde foi esmagada por outro caminhão semelhante que não conseguiu parar ou desviar.

A vida imitando a arte

6. Sob pressão

Sabe quando você deixa seu celular cair no chão e quase tem um ataque do coração nos segundos intermináveis até descobrir se houve alguma rachadura? Em 2013, o norte-americano Roger Mirro passou por algo mais extremo ao derrubar o seu aparelho no compartimento de lixo de seu prédio. Ele conseguiu acesso ao local para tentar recuperar o seu smartphone, mas jamais retornou: tanto Mirro quanto o celular foram esmagados no compactador de resíduos.

"Eu tenho um mau pressentimento sobre isso"

7. Selfie chocante

A busca da selfie perfeita tem levado algumas pessoas a loucuras. Anna Ursu, de 18 anos, moradora de Bucareste, na Romênia, estava em um pátio ferroviário com uma colega fazendo registros de seus rostos quando teve a brilhante ideia de subir em um vagão. Lá em cima, ela se desequilibrou e tentou se segurar em um fio de alta-tensão. Anna levou um choque tão forte que seu corpo inteiro pegou fogo na hora.

Imagem meramente ilustrativa

***

Via Mega Curioso.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
7 mortes terríveis de pessoas que não desgrudavam de seus smartphones