No futuro, vitrines interativas poderão facilitar a compra

Fonte da imagem: Instituto Fraunhofer

No futuro, os consumidores que costumam observar vitrines em busca de ofertas terão mais um motivo para gastar: a possibilidade de escolher e comprar itens sem precisar entrar na loja. O Instituto Fraunhofer apresentará na CeBIT 2011 uma solução de vitrines interativas equipadas com câmeras infravermelhas, capazes de registrar os movimentos das mãos e transmiti-los para uma tela instalada na vitrine.

O cliente fica a cerca de um metro da vitrine e precisa apenas apontar para o produto em que está interessado. Instantaneamente, um menu será exibido na tela com um modelo 3D do item desejado, além de informações importantes, como os tamanhos e cores disponíveis e, é claro, o preço. Caso o cliente decida comprar a peça, bastará apontar para o ícone que finaliza o processo de compra e pagar com o smartphone, posicionando o aparelho contra o vídeo da vitrine.

Uma das vantagens do sistema é o fato de que o cliente não precisa indicar informações pessoais publicamente, evitando assim que outras pessoas que estejam passando pela rua possam copiar esses dados e, quem sabe, cometer fraudes mais tarde.

Outra característica do sistema é que, apesar de funcionar como uma tela touchscreen, a vitrine interativa não exige que o usuário encoste a mão no vidro para efetuar suas compras. De acordo com os desenvolvedores da solução, isso oferece uma solução mais higiênica, já que dispensa o contato com o vidro.

Além disso, a vitrine do futuro será capaz de registrar o número de pessoas que param em frente a ela, guardando também informações sobre quais itens foram mais requisitados. Com base nesses dados, os lojistas poderão planejar melhor a exposição dos seus produtos.

Paul Chojecki, gerente do Instituto Fraunhofer, afirma que essas vitrines serão populares dentro de dois anos, alegando que grandes lojas já demonstraram interesse pela invenção. Os primeiros protótipos deverão ganhar as ruas ainda este ano.

Cupons de desconto TecMundo: