Em um comunicado enviado na última terça-feira (13) pela Lenovo, a empresa afirmou que vendeu de volta a CCE para seus antigos donos brasileiros, a família Sverner. A decisão ocorreu três anos após a companhia chinesa investir US$ 300 milhões na aquisição da fabricante nacional.

O documento não informa os valores envolvidos na transação, que foi acordada pelas duas partes na metade de agosto deste ano. Antes de concretizar a aquisição da CCE, a Lenovo havia demonstrado interesse na Positivo Informática, porém esse negócio nunca se concretizou.

A fabricante chinesa vai manter suas operações na cidade de Itu, onde opera suas linhas de computadores, servidores e dispositivos móveis. Já a família Sverner vai voltar a ter controle da fábrica de montagem de computadores, placas eletrônicas e painéis LCD, que trazem um menor valor agregado que os negócios nas quais a Lenovo pretende se focar.

Cupons de desconto TecMundo: