Em dezembro, a Samsung anunciou que está buscando novas formas de crescer e, por isso, montou um time dedicado a ampliar seus negócios relacionados a automóveis, principalmente o que estiver relacionado a veículos autônomos. A empresa coreana chegou a firmar uma parceria com a BMW para criar o “cérebro virtual” desses carros do futuro. Agora, a companhia da Coreia resolveu alterar uma de suas pistas de corrida para poder testar bólidos.

Entre as incontáveis propriedades das diversas divisões da Samsung está o Everland, um parque de diversões localizado em Yongin, na Coreia do Sul. No local, há uma pista de corridas chamada Speedway, que foi o primeiro circuito pavimentado do país, aberto em 1995. Para que possa servir como área de testes para os carros autônomos, agora a pista está sendo alterada para receber condições de estradas reais e simulações de ambientes urbanos.

“A Samsung já é dona da Speedway, então só precisamos adicionar alguns recursos ao trajeto de corrida já existente”, afirmou um representante da coreana. Segundo ele, fazer isso é muito mais fácil do que encontrar um espaço em que seria possível construir um circuito totalmente novo apenas para testar os carros autônomos.

Instalações da Mcity, a pista de testes da Universidade de Michigan para veículos autônomos

Estruturando o futuro

Para bolar seu plano de modificação, a Samsung estudou a Mcity, uma instalação de larga escala da Universidade de Michigan, nos EUA, feita para teste de veículos autônomos – e que já está sendo usada pela Ford para testes. Com 130 mil metros quadrados, o laboratório a céu aberto estadunidense inclui circulação de tráfego, uma passagem subterrânea, uma rotatória e uma ponte, entre outros tipos de obstáculos das vias comuns de trânsito.

Segundo o site Korea JoongAng Daily, informantes da indústria esperam que a Samsung use a Speedway reformulada para testar tanto suas tecnologias de software quanto as de hardware, incluindo câmeras, radares e sistema operacional. O governo da província coreana de Gyeonggi diz ter planos de dar suporte para que a empresa crie uma sinergia com o Pangyo Digital Valley, região que receberá a primeira estrada do mundo a permitir veículos autônomos e comuns.

O que você acha dos preparativos da Samsung para entrar no mercado de carros autônomos? Comente no Fórum do TecMundo