Com o agressivo objetivo de oferecer opções de carros com transmissão automática dentro do segmento de SUVs com preços mais acessíveis que os da concorrência, a Ford lançou o novo EcoSport com motor 1.6 Ti-VCT. Durante um evento realizado recentemente em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, a empresa convidou a imprensa para conhecer e testar a novidade, e o TecMundo foi até lá para conferir de perto.

Segundo Oswaldo Ramos, gerente-geral de marketing da Ford, o novo EcoSport 1.6 AT chega com o principal diferencial de trazer o câmbio automático a uma faixa de preços mais baixa entre os veículos utilitários esportivos. Ao observar as opções disponíveis no mercado, o executivo afirma que, enquanto praticamente todos os modelos acima de R$ 90 mil são automáticos, somente 4% dos carros de até R$ 70 mil incluem esse desejado componente.

Além da transmissão e do motor Flex com 131 cavalos de potência no etanol e 126 na gasolina, o SUV vem completo. Entre os itens de fábrica, estão ar-condicionado, direção elétrica, controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, piloto automático, farol de neblina, computador de bordo, chave de segurança MyKey e sistema SYNC com comandos de voz, AppLink e assistência de emergência.

Dentro do capô

O motor Flex 1.6 Ti-VCT foi desenvolvido, junto ao restante do EcoSport, no campo de provas da Ford em Tatuí, no interior de São Paulo – clique aqui para conferir nossa visita. O conjunto de motor com bloco de alumínio e transmissão sequencial de seis velocidades foi projetado para obter o máximo de rendimento ao mesmo tempo que economiza combustíveis, o que garantiu ao automóvel a classificação A de eficiência energética do Inmetro.

Entre outros avanços, o motor conta com duplo comando independente de válvulas na admissão e na exaustão, sistema de partida a frio eletrônica – que elimina a necessidade de um segundo tanque de gasolina –, pistões grafitados e bomba de óleo variável. A transmissão, por sua vez, caracteriza-se por engates rápidos e eficiência, sendo cerca de 10% mais econômica no consumo de combustível que as automáticas convencionais, segundo a Ford.

A direção elétrica e os pneus “verdes” são outros avanços que contribuem para a nova versão automática atingir esse rendimento. A soma desses fatores à estrutura robusta do carro e ao conjunto avançado de proteção ativa e passiva garantiu que o EcoSport se tornasse o primeiro carro fabricado no Brasil a receber a classificação máxima de cinco estrelas de segurança do Latin NCAP, instituição especializada na avaliação de veículos.

Poder da voz

No que diz respeito à conectividade, é preciso ressaltar que a Ford optou por não incluir os sistemas de entretenimento multimídia que devem se tornar padrão no futuro próximo. No entanto, o EcoSport 1.6 AT vem de fábrica com a tecnologia de conectividade SYNC, que inclui um leitor para mensagens SMS recebidas e comandos de voz para controle de áudio e ligações telefônicas, além de players de CD e MP3, entrada USB e Bluetooth.

O recurso que mais vai agradar os amantes da tecnologia, no entanto, é o AppLink, que leva a interatividade por voz do SYNC para os aplicativos compatíveis que estejam instalados no smartphone pareado, seja ele movido a Android ou iOS. As opções de apps que podem ser controlados por voz com uso do sistema incluem Glympse, Aupeo!, Spotify, Let’s Park, Filho sem Fila, Sem Parar, Bradesco Checkin e Touch Pizza, entre outros.

Segundo Oswaldo Ramos, o SYNC e o AppLink permitem que os usuários realizem uma série de atividades que costumam fazer enquanto dirigem de forma mais segura, sem tirar as mãos do volante. “São recursos que realmente ajudam a ganhar tempo e agilidade para pessoas que têm uma vida ativa”, ressalta o gerente.

Experiência agradável

Durante nosso test drive, realizado em trechos movimentados das rodovias entre as cidades da serra gaúcha de Bento Gonçalves e Farroupilha, pudemos constatar em primeira mão as facilidades proporcionadas por muitos dos recursos citados acima. Depois de um breve período de estranhamento por conta da eliminação da necessidade de trocar de marchas, o câmbio automático realmente permite uma experiência de direção muito mais confortável.

A tecnologia empregada pela Ford na transmissão e no motor do veículo fazem com que a troca automática de marchas aconteça com rapidez e sem trancos ou engasgos. Nos momentos em que foi preciso acelerar para uma ultrapassagem, por exemplo, o EcoSport respondeu com agilidade e forneceu a força necessária para a tarefa.

Um destaque vai para o assistente de partida em rampa, que segura o veículo no lugar nas subidas durante o período em que você solta o freio e pisa no acelerador – algo bem-vindo por todos, mas que deve agradar especialmente quem ainda não tem muita experiência ao volante. Outro recurso interessante é a assistência de emergência, que faz uma chamada automática ao SAMU em caso de colisão com acionamento dos airbags ou corte de combustível.

Para quem pode

Segundo Ramos, o padrão de clientes do EcoSport costuma incluir primariamente pessoas que estão adquirindo seu primeiro SUV, mas que já possuíam veículos do tipo hatch. O executivo ressalta que o mercado de utilitários esportivos vem crescendo, mas as ofertas dos concorrentes também estão aumentando e, por esse motivo, a Ford resolveu adotar a estratégia agressiva de precificação do modelo automático do automóvel.

Já em seu lançamento, o EcoSport 1.6 AT chega em quatro versões: SE Direct, SE, FreeStyle e FreeStyle Plus, listadas em ordem crescente de valor. A primeira variante, a SE Direct, inclui os itens listados ao longo deste texto e vem ainda com retrovisores com piscas integrados e rodas de aço com aro 15. Custando R$ 68.690, essa opção está disponível somente para encomendas feitas por meio do sistema de venda direta, acessível para qualquer consumidor.

Trocando o aço por rodas de liga leve de aro 15, a versão SE está disponível nos showrooms da Ford e sai por R$ 71.900. O EcoSport 1.6 AT FreeStyle adiciona rodas de liga leve aro 16, cor London Grey em detalhes da roda, grade e retrovisores, sensor traseiro de estacionamento e vidros elétricos com abertura e fechamento global – tudo isso por R$ 76.900. A variante FreeStyle Plus, por fim, acrescenta 6 airbags e bancos de couro natural por R$ 80.300.

Todos os modelos do EcoSport 1.6 AT vêm com três anos de garantia e o mesmo período de cobertura do serviço Ford Assistance em caso de panes. Além disso, as revisões periódicas do veículo estão incluídas no sistema Preço Fixo Ford e têm os mesmos valores do automóvel com câmbio manual. Levando em conta nossa experiência inicial com o veículo, ele parece trazer benefícios dignos de consideração para quem puder arcar com o valor cobrado.

O TecMundo viajou até Bento Gonçalves a convite da Ford.

O que você achou das novidades da versão 1.6 automática do EcoSport? Comente no Fórum do TecMundo