Nós já mostramos aqui no TecMundo o quão poderoso é um airbag. E isso não é sem motivo: eles devem se encher o mais rápido possível, para salvarem uma pessoa de um impacto violento com a direção do carro que sofreu o acidente. Há um segundo fator a considerar sobre isso, no entanto, que muita gente esquece de considerar.

O fato é que um airbag, por si só, já gera uma explosão de força suficiente para causar ferimentos graves, se você estiver próximo dele; logo, é preciso que ele se abra por completo antes de sua cabeça tocar nele. Agora considere que, no caso de um acidente, sua cabeça está indo em direção ao volante a uma grande velocidade – o que quer dizer que o airbag precisa abrir incrivelmente rápido, senão o risco é de ele mesmo só aumentar os estragos.

Se você acha que a diferença não é tanta assim, basta conferir o vídeo logo abaixo. Nele, temos a chance de ver dois testes de impacto, em que derrubam uma melancia sobre um airbag. No primeiro, o dispositivo é ativado no momento exato, o que resulta em uma fruta em perfeito estado; já no outro, o airbag entra em funcionamento um centésimo de segundo mais tarde. E o resultado? Bem, não vamos estragar a surpresa, mas você já deve imaginar.

Pois é. Como os testes deixam claro, menos de um segundo, nesses casos, é toda a diferença entre salvar uma pessoa ou não. Moral da história: tenha a certeza de que os airbags de seu carro estão funcionando perfeitamente.