Hipnótico é um bom termo para descrever o processo de fabricação do Golf VII: o processo foi filmado pela equipe do TestDriven, um site do reino unido especializado em carros.

Acompanhando todas etapas de montagem e refazendo o percurso das esteiras que carregam a carroceria, o vídeo ilustra os 70% que representam o trabalho dos robôs e os 30% que são assegurados pelos operários. A gravação foi feita em Wolfsburgo, cidade alemã conhecida por ser sede da Volkswagen.

Na divisão dos três processos principais (estruturação, pintura e montagem de peças), o trabalho feito por operários se apresenta com mais força nos ajustes e testes mecânicos — com o adendo da tecnologia, soldas mais perigosas e a pintura das as chapas de aço são responsabilidade de grandes braços mecânicos, que se movem com sincronia e precisão incríveis.

Vale lembrar que o Golf VII que serviu para ilustrar o vídeo também é construído no Brasil, na fábrica de São José dos Pinhais. Existem algumas diferenças entre os polos de fabricação, é claro: por aqui, costumamos importar os componentes eletrônicos, por exemplo. Mesmo assim, agora você pode dormir sabendo que um tantinho de ficção científica está bem mais próximo de você do que o imaginado.