Uma equipe de corredores formada por estudantes da University of New South Wales (UNSW), na Austrália, quebrou o recorde oficial de veículo elétrico mais rápido em uma distância de 500 quilômetros. O time Sunswift conseguiu a façanha usando a última versão do eVe, carro movido a energia solar e desenvolvido pelos universitários da instituição educacional. Eles concluíram o trajeto em menos de cinco horas, com velocidade média de cerca de 110 km/h.

Antes que a equipe tomasse o recorde, a marca havia permanecido por 26 anos na velocidade de 73 km/h. O time Sunswift é uma das melhores equipes de corrida da Austrália e o eVe é o quinto veículo solar que a UNSW construiu e utilizou em competições desde a criação do grupo, em 1996. Mais de cem estudantes universitários trabalharam no projeto do carro ao longo dos últimos dois anos.

Não é a primeira vez que o Sunswift estabelece um recorde, no entanto. Versões anteriores do eVe já foram usadas para bater as marcas de viagem mais rápida com veículo movido a energia solar entre as cidades de Perth e Sidney. Um desses modelos mais antigos mantém até hoje o título de carro solar mais rápido do mundo, segundo o Guinness. A quebra de recorde mais recente foi certificada pela FIA, entidade que governa os esportes automotivos.

A estrada adiante

O próximo desafio que a equipe Sunswift pretende encarar é fazer com que o carro de corrida eVe fique de acordo com os requerimentos impostos pelo governo australiano para a circulação em vias públicas. Por mais banal que a tarefa pareça, o fato do grupo de estudantes de engenharia ter quebrado um recorde de 26 anos certamente irá motivá-los por algum tempo.