Após 14 anos, o piloto Sam Schmidt vai estar de volta às pistas para sentir novamente a sua taxa de adrenalina atingir o limite.

Schmidt foi diagnosticado como tetraplégico em 2000, após ter sofrido um acidente de carro durante o Florida's Walt Disney World Speedway.

Graças a uma colaboração com a Arrow, Schmidt vai pilotar um Corvette StinGray C7 2014 e dar quatro voltas na Indie 500 antes mesmo dos pneus fritarem a pista. A potente máquina vai estar equipada com um controle que possibilita o comando do veículo através dos movimentos da cabeça.

O tecnologia presente no Corvette inclui sensores infravermelhos e câmeras que vão reconhecer todos os movimentos da cabeça do piloto para transformá-los em instruções direcionais e que serão reconhecidas pela CPU embutida no carro. Para deixá-lo ainda mais boquiaberto, o piloto vai estar com um sensor de pressão na boca para frear o veículo.

GPS integrado para ajustar a trajetória

A aceleração vai estar diretamente relacionada aos movimentos da cabeça de Schmidt e, para que nada fuja do controle e tudo dê certo, a cabine do piloto ainda vai contar com um GPS integrado que faz 1 mil atualizações por segundo para que a trajetória seja ajustada.

Mesmo com toda essa tecnologia surpreendente, não pense que Schmidt estará acompanhado somente de sua fiel CPU: haverá alguém ao lado do piloto, caso seja necessário controlar o veículo manualmente. Além disso, os responsáveis pela tecnologia serão capazes de parar o carro e controlá-lo a hora que precisar.

A princípio, o principal condutor do veículo será mesmo Sam Schmidt, que deve ser um dos pioneiros nos testes da tecnologia SAM (Semi-autonomous Motorcar). Genial, não?

Na imagem abaixo, você pode conferir as especificações detalhadas do veículo: