Se você pega algo de alguém sem o consentimento da pessoa, isso é roubo. Foi essa a lógica que a polícia de Atlanta seguiu para prender Kaveh Kamooneh, que roubou cerca de cinco centavos de dólar em eletricidade quando deixou o seu carro elétrico Leaf recarregando em uma tomada da Chamblee Middle School, escola em que seu filho estuda.

Na ocasião, ao retornar para seu carro, Kamooneh foi abordado por um policial que o avisou que recarregar seu carro nas dependências da escola era roubo. Logo depois, foi registrado um boletim de ocorrência. Depois de onze dias, mesmo sem questionar os responsáveis pela escola se eles desejavam prestar queixas, a polícia de Atlanta chegou à casa de Kamooneh para prendê-lo. O homem permaneceu preso por 15 horas antes de tudo ser resolvido.

Embora realmente seja roubo pegar algo de alguém sem o seu consentimento, esse caso é mais um exemplo da falta de bom senso, como lembrou o próprio Kamooneh em entrevista ao canal norte-americano NBC.

“Eu não acredito que tudo o que é tomado sem consentimento é roubo. Caso alguém tome água de uma torneira, por exemplo, isso não é roubo. Eu disse para o policial que havia acabado de ver alguém tomando água da escola, mas ele não demonstrou nenhum interesse em investigar isso”, explicou o acusado.