Como forma de garantir o silêncio interno de seus veículos, a Ford adotou uma postura pioneira para o setor. A empresa está usando a tecnologia de imagem térmica para encontrar e eliminar vazamentos nas cabines de automóveis, o que resulta em uma rodagem mais silenciosa que é pouco influenciada por ruídos de vento — ponto-chave na percepção de qualidade que os consumidores têm.

As fotografias utilizadas são captadas com o auxílio de câmeras que registram o calor ambiente na forma de imagens infravermelhas. Em um vídeo produzido pela companhia, é possível observar em detalhes a forma como cada um dos possíveis vazamentos são representados, aparecendo como pontos de calor conforme o ar aquecido sai da cabine.

“A Ford está redefinindo nossos veículos com inovações que melhoram a experiência de dirigir e aumentam a economia de combustível e ferramentas que ajudam a criar veículos melhores”, afirma William Dedecker, supervisor de engenharia de ruídos, rangidos e vibrações (NVH). A técnica de imagens térmicas usada pela empresa é a mesma que policiais utilizam para enxergar através de vegetações e ver o que acontece em ambientes escuros.

“Somos a primeira montadora a usar essa tecnologia para detectar vazamentos de ar”, afirma John Crisi, engenheiro de NVH da Ford. “É um exemplo dos métodos inovadores que estamos usando para dar aos clientes uma experiência de direção mais agradável. Com as câmeras, conseguimos detectar aberturas pequenas que não poderiam ser identificadas de outra forma”.