A cada novo lançamento da indústria automobilística, pilotos treinados realizam testes antes de os veículos chegarem às lojas, testando-os de maneira que os seus limites sejam conhecidos. Isso é feito para evitar possíveis problemas que apareçam depois que o carro já estiver nas ruas. Só que, para isso, o piloto também sofre ao passar por lombadas e fazendo curvas em altas velocidades.

Pensando nisso, a Ford resolveu criar uma forma diferente de testar os limites de seus carros: utilizando robôs. Veículos controlados por autômatos não são uma coisa tão do futuro assim, mas a ideia da Ford é utilizá-los de maneira que os testes possam ser feitos por horas a fio, conseguindo mais informações do que se dependesse de um humano para dirigir.

Para bolar o sistema todo, a Ford se juntou à Autonomous Solutions Inc para conseguir criar meios automatizados de fazer os carros rodarem em uma pista. Foi criado um sistema que utiliza GPS de ponta e que pode controlar até oito veículos controlados por robôs em um circuito fechado.

Por trabalhar com um método automatizado, todos os carros passam pelo mesmo tipo de teste, utilizando a mesma maneira de dirigir e passando pelos mesmos desafios que os outros. Uma central monitora as informações, podendo enviar comandos para que os veículos façam manobras específicas.

Por enquanto, a Ford pretende utilizar essa tecnologia apenas para realizar seus testes, mas não seria absurdo imaginar que a empresa estivesse cogitando aplicar algo semelhante nos seus futuros veículos.