(Fonte da imagem: Reprodução/Mirow Systemtechnik GmbH)

De acordo com o site UPI, uma fina lâmina sensorial, desenvolvida para detectar a pressão das asas das espaçonaves durante seu retorno à atmosfera terrestre, está sendo usada para auxiliar a construção de carros mais seguros.

Segundo a matéria, a Volkswagen está utilizando essa película flexível para criar um mecanismo capaz de identificar qualquer deformação na lataria dos veículos ocasionada por acidentes.

O núcleo dessa tecnologia é um material piezoelétrico, o qual é capaz de converter efeitos físicos (como vibrações e pressões) em pulsos elétricos que podem ser traduzidos em dados de alta precisão. Assim, utilizando placas de circuito adaptadas, os engenheiros da VW pretendem realizar testes de colisão e estudar como a estrutura dos veículos é afetada em determinados tipos de acidentes.

Essa película piezoelétrica é ideal para tal finalidade, pois sua flexibilidade, espessura e leveza permitem que ela seja aplicada na superfície inteira dos carros sem afetar o seu desempenho ou apresentar dados imprecisos – como acontece com outros tipos de sensores, devido à quebra de seus componentes após o impacto da batida.

Com as informações obtidas a partir dos experimentos, os engenheiros da Volkswagen poderão desenvolver novas soluções de segurança para os seus veículos.