(Fonte da imagem: Divullgação/Ford)

A Ford realizou uma pesquisa em nível mundial para definir as tonalidades de iluminação no painel do veículo capazes de ajudar os motoristas a manter a atenção nas pistas. O resultado das experiências mostrou que os tons de azul são capazes de despertar uma enzima chamada melatonina, responsável pela atividade de alerta no cérebro.

"Além do conforto e da beleza, a segurança é uma preocupação importante na criação do interior dos veículos. A partir de pesquisas, descobrimos que o uso de determinadas cores na iluminação do painel, além de contribuir para criar um ambiente agradável, pode ajudar os motoristas a manter a atenção na pista. Esse é um dos motivos que levaram à criação da tonalidade Ice Blue", afirma Mahendra Dassanayake, líder de Design Global da Ford.

Adotada nos carros globais da marca, como o Fusion e o Edge, a tonalidade Ice Blue começou a ser introduzida em todos os modelos da marca. "Nosso objetivo é criar uma cor padrão para todos os veículos produzidos pela Ford", explica Adília Afonso, supervisora de Design da Ford América do Sul.

Cansaço visual

"Pesquisamos cores e formas que não desviem a atenção do motorista e facilitem a sua interação com o ambiente externo e os comandos. Certos níveis e combinações de luz são capazes de afetar o comportamento e provocar respostas emocionais como estresse, calma, felicidade. A luz e o brilho que refletem no painel e nos bancos são outros elementos que devem ser trabalhados para evitar o cansaço visual", diz a designer.

A pesquisa mostrou que os tons de amarelo, por exemplo, podem ajudar no discernimento e tomada de decisões rápidas. O verde relaxa o batimento cardíaco, diminui a produção de hormônios do estresse e conduz a uma respiração lenta. Já o vermelho estimula emoções mais fortes, tanto para a paixão como para a raiva. Já o azul provoca uma sensação de alerta no cérebro.

Assim como pesquisar as tendências mundiais e as preferências dos consumidores, esse conhecimento é uma ferramenta que está contribuindo para o avanço no processo de criação dos designers.

Via Assessoria de Imprensa