(Fonte da imagem: Divulgação MotorAuthority)

Um acidente bastante inusitado fez o motor de um cobiçado Lamborghini Gallardo ser consumido por chamas durante o Show Automotivo de Portland, nos Estados Unidos. Tudo começou quando a equipe que iria fazer a exibição do possante se deparou com uma norma de segurança do corpo de bombeiros, exigindo que todos os carros expostos não tivessem mais do que um quarto do tanque com combustível. Até aqui tudo bem.

Porém, os responsáveis pelo Gallardo só foram saber disso quando chegaram ao evento, e com o tanque cheio. Em vez de a equipe levar o possante para uma volta na cidade e queimar a gasolina ou mesmo retirar o combustível e passar para outro carro, eles tomaram a pior das decisões: ligar o motor em ponto-morto e esperar o tanque esvaziar.

A situação ficou ainda mais complicada quando o indivíduo que estava na direção se cansou de ficar com o pé no acelerador e decidiu colocar um pedaço de madeira para segurar o pedal. Qualquer profissional que trabalha com automóveis deveria saber que carros como esse só são refrigerados adequadamente se estiverem em movimento, mas parece que o detalhe passou despercebido.

Não demorou muito até que o inevitável e previsível acontecesse: o motor do Lamborghini Gallardo superaqueceu a ponto de incendiar. O carro foi rapidamente colocado em um caminhão e retirado do evento, com o motor fora de ação. Já o constrangimento ainda deve durar um bom tempo.