Matemática e tecnologia ajudando a prevenir acidentes de carro. (Fonte da imagem: Wikimedia Commons)

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês) desenvolveram um algoritmo capaz de prever quando um carro vai passar em um sinal vermelho. Apesar de interessante, a tecnologia é “inútil” se não for utilizada em conjunto com algum sistema de notificação.

Os testes com o sistema foram realizados em um cruzamento da cidade de Christianburg, no Estado da Virginia, e monitorou a localização e a velocidade dos veículos que trafegavam pelo local. O resultado foi que os pesquisadores puderam determinar se o carro furaria o vermelho dois segundos antes de ele cruzar a via. A precisão do sistema foi de 85% e, ao todo, mais de 15 mil veículos foram equipados com o algoritmo.

O caderno digital Autopia, da revista Wired, levanta uma questão interessante sobre o caso, de que ele não será útil a não ser que seja usado juntamente com sistemas de notificação, como os vistos em tecnologias como a comunicação V2V (veículo a veículo). Ela permite aos carros se comunicarem entre si via dispositivos sem fio.

Para entender como esses sistemas usados de forma conjunta podem ser úteis, pense na seguinte situação: você está em seu carro, prestes a passar por um sinal verde, mas recebe no painel uma notificação alertando você para um carro vindo da outra via do cruzamento, que provavelmente não vai parar.

Se o dispositivo começar a emitir “falsos-positivos”, porém, você poderia desligá-lo apertando um botão. “Se você é muito pessimista, começa a notar que há algum problema onde realmente não há, e então, rapidamente, o humano vai e aperta um botão que desliga o objeto”, relatou Jonathan How, um dos responsáveis pela criação do algoritmo.