Falta pouco menos de um mês para o início do Salão de Genebra, então é natural que as novidades comecem a ser antecipadas. Uma das mais interessantes, no entanto, é o conceito da empresa alemã Nanoflowcell: o Quant 48Volt.

Ele é um veículo elétrico, só que um pouquinho diferente do que se vê por aí, já que, no lugar das baterias de íon-lítio, o veículo é alimentado por sal líquido. É isso aí: a fonte de energia para a motriz elétrica são as chamadas “baterias fluidas”, que vêm preenchidas com líquido eletrólito.

As vantagens desse tipo de bateria não foram comprovadas, mas a expectativa da montadora é que o veículo entregue 760 cavalos e acelere de 0 a 100 km/h em apenas 2,4 segundos, pouco mais do que os 2,275507139 segundos do Tesla Model S. A velocidade máxima é estimada em 290 km/h e, sem exagerar no pé, a autonomia ultrapassa os 900 quilômetros. De quebra, o líquido das baterias custa menos de 1 centavo de dólar.

Por enquanto, além do que a Nanoflowcell espera ter de performance do seu carro, tudo que se tem é um teaser de como deve ser a traseira do conceito. Não há qualquer indício de data de lançamento, preço ou qualquer coisa parecida – informações que são esperadas no Salão de Genebra.

O Quant 48Volt não é o primeiro projeto de carro da empresa alemã. Em 2015 a companhia afirmou que iria construir um modelo chamado Quant F, que teria mais de 1.000 cavalos de potência e que seria construído em uma planta na Suíça já em 2018, mas parece que os planos não foram muito além.

Outro veículo mais barato, chamado de Quantino, também está nos planos da Nanoflowcell. O projeto prevê um carro elétrico relativamente pequeno e com 136 cavalos de potência, só que, assim como os outros dois projetos, não há qualquer indício de que eles vão, de fato, sair do papel.