Embora os carros autônomos do Google já tenham se envolvido em acidentes anteriormente, nenhuma batida foi tão grave quanto a ocorrida na última sexta-feira (23). Um veículo da companhia sofreu danos severos após ser atingido em sua lateral por uma van que furou o sinal vermelho.

No momento do acidente, o carro — um Lexus RX 450 — estava em seu modo autônomo, mas o motorista associado acionou seus freios na tentativa de evitar o ocorrido (ação que se mostrou insuficiente). A boa notícia fica pelo fato de que tanto o funcionário do Google quanto o motorista da van — que foi responsabilizado pelo incidente — saíram da situação sem nenhum machucado.

Em um comunicado enviado ao site 9to5Google, a empresa afirmou que o sinal de trânsito estava verde por pelo menos 6 segundos antes de seu veículo passar pela interseção. A companhia complementa que “a ultrapassagem de sinais vermelhos é o principal motivo para as batidas urbanas nos Estados Unidos. Erros humanos desempenham um papel em 94% dos casos, motivo pelo qual estão sendo desenvolvidas tecnologias de carros autônomos”.

Embora os veículos autônomos da companhia já tenham se envolvido em outros acidentes, a única vez em que eles foram responsabilizados ocorreu no início deste ano. Na ocasião, um carro atingiu a lateral de um ônibus quando tentava desviar de um saco de areia presente no meio da estrada pela qual ele trafegava.