Graças ao Tufão Meranti, várias cidades na China ficaram com os céus encobertos durante semanas. Isso se mostrou um grande problema com o acontecimento do tradicional Festival da Lua, conhecido também como Festival de Meio do Outono, porque significava a ausência do principal astro (trocadilho intencional) do evento: a lua.

A solução encontrada por algumas cidades chinesas foi usar imensos balões que simulassem uma condição de lua cheia para que as festividades acontecessem de uma forma menos deprimente. O problema é que um dos gigantescos infláveis resolveu que não era esse o seu sonho de vida e, revoltado, saiu devorando carros pelas ruas de Fuzhou.

SAI DAÍ, VALDIRENE! SAI, P***! OLHA A LUA VINDO, VALDIRENE!

Na verdade, os fortes ventos causados pelo tufão fizeram com que o balão se soltasse e rolasse pelas ruas, absorvendo os pobres veículos para suas entranhas infláveis. A ação toda foi capturada pelas “dash cams”, aquelas câmeras instaladas nos painéis dos veículos.

Contemple a investida furiosa do doppelganger de nosso satélite favorito externando sua fúria pelos carros do trânsito, em especial no trecho entre os 12 e os 15 segundos, quando é possível presenciar o desaparecimento de um táxi:

Essa lua está livre e claramente sedenta por vingança.