O Waze soltou ontem sua pesquisa anual que mostra o índice de satisfação das pessoas com o trânsito – ou, em outras palavras, os melhores lugares para se dirigir no planeta. Como era de se esperar, não fomos tão bem assim: o Brasil ocupa o vigésimo lugar no ranking que conta com 38 países, caindo quatro posições em relação ao ano passado, e ficando atrás da Argentina. Sim, estamos piores que os hermanos nisso também.

A lista considera 23 critérios, agrupados em seis categorias: tráfego (frequência e intensidade dos congestionamentos), segurança (número de acidentes e clima geral), qualidade das vias, serviços para os motoristas (postos de gasolina e estacionamentos), economia social (acesso a carros e valor de itens relacionados) e “Wazeyness” (quão colaborativa a comunidade do Waze é naquela região). Esses pontos são usados para definir uma nota de 1 a 10, e o Brasil tirou 5,43. O topo da classe ficou com a Holanda, com uma nota de 7,54, seguido da França e dos Estados Unidos.

O top 10 de melhores países para se dirigir está assim:

  • Holanda – 7,54
  • França – 7,52
  • Estados Unidos – 7,22
  • República Tcheca – 6,91
  • Suécia – 6,88
  • Emirados Árabes Unidos – 6,85
  • Lituânia – 6,57
  • Hungria – 6,56
  • Eslováquia – 6,46
  • Itália – 6,44
  • Espanha – 6,37
  • Bélgica – 6,19
  • Porto Rico – 6,10

Além dos países, o Waze também divulga os rankings das cidades. Mundialmente a França está com tudo: emplacou oito cidades no top 10 das cidades, com Valence, Tours e Lemans nas três primeiras posições.

Por aqui, no entanto, Volta Redonda é que é considerada a melhor cidade para se dirigir no Brasil, com uma nota de 7,51. A pior cidade para se dirigir no Brasil é Maceió, com uma nota de 3,37. Seis cidades entre as 10 melhores estão no interior de São Paulo, são elas: Sorocaba, Atibaia, Taubaté, Jacareí, Campinas e Piracicaba.

O estudo completo com um mapa interativo bem maneiro do Brasil está disponível diretamente no site do Waze, junto com o relatório em PDF.

E aí, sua cidade está na lista? Concorda com a nota que foi atribuída a ela? Comenta aí que a gente quer saber!