Ok, entendemos que os veículos autônomos podem tornar o trânsito mais seguro e tudo mais, mas... Carros de corrida sem pilotos? Parece estranho.

A questão é que a Roborace, que pretende se oficializar como um campeonato de automobilismo exclusivamente com carros de corrida autônomos, resolveu mostrar como está o andamento de seu protótipo – que ainda não se parece em nada com o modelo que eles pretendem botar para correr, o Robocar.

Ele não é nenhum primor de velocidade – na verdade, bem longe dos 300 km/h prometidos pelos organizadores –, mas não dá pra negar que é meio bizarro ver um carro ligando sozinho e andando por aí num circuito:

Chamado de “DevBot”, ele foi produzido por conta própria pelos organizadores da Roborace. O modelo conta com o habitáculo para um piloto e ainda está servindo como uma “mula” para testes de hardware e software.

Segundo seus criadores, a versão final terá a mesma base de produção: os chassis, sistemas computadorizados, sensores e tecnologias de comunicação serão reaproveitados para criar a versão final.

O DevBot deve aparecer em público pela primeira vez neste final de semana, durante os treinos da Formula E, em Donington Park. O prazo para a versão final, já com o Robocar, é bem agressivo: a Roborace quer iniciar suas operações pra valer já em 2017.

Até lá, diversas universidades e companhias automotivas e de tecnologia poderão ter contato com o DevBot para ver se conseguem ensiná-lo a fazer alguns truques especiais.

Tudo bem que é bacana desenvolver a tecnologia e tudo mais, mas se algumas categorias já estão bem chatas de assistir com os pilotos (tô olhando pra você, F1), imagina sem? É esperar para ver.