Os carros da Alfa Romeo são símbolo de ostentação para quem tem dinheiro. É impossível não admirar a montadora italiana, tamanho o grau de capricho no design e no desempenho de seus automóveis – e ah, no preço também. A fabricante revelou o modelo mais "básico" da série Giulia, que estará disponível em três categorias: Giulia, Super e Quadrifoglio.

Seis opções de motor estarão à disposição, desde aqueles que utilizam diesel até os mais tradicionais movidos a álcool e gasolina. No mundo automotivo, a Alfa Romeo é uma das marcas que mais trazem inspiração a entusiastas e colecionadores, e o novo Giulia não é exceção.

As dimensões do modelo são baseadas na arquitetura técnica de todo o carro. Para a montadora, os principais elementos da nova caranga deveriam ser o balanço de peso e a tração traseira. Para equilibrar os pesos perfeitamente, o motor e as partes mecânicas são alocadas entre os dois eixos. Esse é o motivo pelo qual o Giulia tem saliências muito pequenas, um longo capô, asas dianteiras e um compartimento de passageiro retraído.

Tudo isso se traduz numa distância muito generosa entre os eixos – a maior na categoria –, compreendida em um dos corpos mais compactos do mercado (dentro dessa categoria). Incluídos nas seis opções de motor temos poderosos 2.2 de 150 e 180 cavalos de potência a diesel, com seis marchas de câmbio manual ou oito na transmissão automática; 200 cavalos de potência 2.0 com transmissão automática de oito marchas; 2.9 de 510 cavalos de potência V6 BiTurbo com câmbio de seis marchas.

A Alfa Romeo começará a aceitar pedidos do Giulia a partir de abril deste ano, mas o automóvel será comercializado apenas nas regiões da Europa, Oriente Médio e África.

O que você achou do maravilhoso Giulia, nova linha de carros da Alfa Romeo? Comente no Fórum do TecMundo.