Tricampeão da Fórmula 1, o britânico Lewis Hamilton subiu em um dos palcos da MWC 2016 para falar de um assunto que ele conhece bem: carros. Mais especificamente, o piloto deu algumas declarações a respeito de novas tecnologias, como os veículos que se dirigem sozinhos.

"Essa é uma ideia horrível, porque eu quero ter um emprego!", brincou o piloto. Na verdade, Hamilton está bastante otimista em relação aos carros autônomos: embora ele acredite que sistemas automáticos possam eventualmente substituir humanos nas estradas tradicionais, isso não deve acontecer nas corridas profissionais.

Hamilton ainda elogiou as tecnologias inteligentes por trás dos automóveis atuais. Segundo ele, a engenharia foi muito beneficiada pela conectividade WiFi nos carros, capaz de enviar para fora do veículo dados como a condição dos pneus e outros componentes. Esse processo economiza um tempo precioso do piloto durante os treinos, já que ele não precisa parar entre uma volta e outra para a coleta dos dados.

O piloto ainda disse que nunca testou um simulador realista de automobilismo, mas apoia a ideia. "Eu gostaria que tivesse um jeito de fazer vocês sentirem o que eu sinto [nas pistas]", afirmou o piloto, complementando que se sente em um foguete cada vez que sobe em sua Mercedes.

Você confiaria num carro autônomo? Comente no Fórum do TecMundo