Um dos grandes avanços recentes na tecnologia de baterias de celulares foi o carregamento sem fio, que elimina pelo menos alguns cabos do seu cotidiano. Porém, a Nissan quer ir além: segundo a montadora, carros elétricos também poderiam adotar algo parecido.

A empresa já trabalha há alguns anos com a possibilidade. No futuro, caso a promessa seja cumprida, tudo o que o dono do veículo precisa fazer é estacionar o carro em um determinado ponto (com variação de até 10 cm fora do ponto de recarga) e aguardar a transferência de energia.

Testes de carregamento por indução em um padrão de 3 kW já eram realizados, mas a empresa subiu o número para 7 kW por considerar o valor anterior "insuficiente". Com o novo limite, seria possível fazer a recarga completa durante a noite, por exemplo. Outro avanço que é feito aos poucos está no próprio aparelho que realiza a recarga, já que o equipamento inclui também uma placa montada na parte inferior do carro (que nao pode prejudicar em nada a altura do veículo, por exemplo).

A eficiência do sistema esta em 85% atualmente, mas a tecnologia pode ser comercializada somente em 2020, graças à demora na padronização do sistema e dos próprios veículos elétricos.

Cupons de desconto TecMundo: