A caneta ainda não foi mostrada, mas não deve fugir do visual convencional. (Fonte da imagem: Reprodução/HTC Direct)

Mesmo com as telas touchscreen capacitivas tomando conta do mercado, muita gente gosta da precisão e da facilidade de escrita e desenho com o uso das canetas stylus. O problema é que vários aparelhos possuem modelos exclusivos de acessórios ou nem são sensíveis a toque – obstáculo que, se depender da Microsoft, deixará de existir em um futuro próximo.

Isso porque, de acordo com o Technology Review, a empresa estaria por trás de uma tecnologia envolvendo uma stylus que não só serviria para qualquer aparelho touchscreen, mas também funcionaria nas telas que não possuem suporte ao toque.

Tudo acontece por causa de uma câmera na lateral do objeto que registra a posição e os vários níveis de brilho na tela, graças ao uso de cores variadas. O sensor registra quais pixels estão em foco no momento (ou seja, quais são tocados pela caneta) e mandam essa informação para um software no aparelho (computador, tablet ou smartphone), que enfim traduz o sinal em movimento.

Por trabalhar com pixels, a precisão dessa stylus é muito maior do que as convencionais. Por enquanto, o produto passa por testes e tem recebido boas avaliações, apesar de só funcionar em displays com resolução de até 512x512 pixels. A Microsoft ainda estuda se deve ou não realizar um lançamento comercial do acessório.

Fonte: Technology Review

Cupons de desconto TecMundo: