AmpliarPalestra com o consultor em hardware Nestor de Oliveira (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Hoje, o consultor em hardware Nestor de Oliveira conduziu uma conversa mostrando como os processadores que conhecemos atualmente são como são. Desde a primeira versão, que processava apenas quatro bits, o palestrante fez uma viagem pelas gerações deste membro tão requisitado em nossos amados computadores e notebooks.

Ele ressaltou que é muito importante saber como escolher seus processadores: “Do que adianta comprar uma Ferrari se a velocidade máxima permitida é de apenas 70 km/h?” Dessa forma, ele frisou bastante que o usuário deve pensar muito bem antes de adquirir um componente que exceda a utilização real.

Durante a conversa, o consultor também deixou clara a sua posição com relação à qualidade destas peças: “Não adianta: a Intel é, atualmente, a melhor produtora de processadores.” No entanto, é claro que o custo-benefício e o uso final de um computador pode fazer você optar por um componente mais barato, como um AMD.

E como fica o futuro?

Os processadores com vários núcleos estão aí, mas isso não é tudo. O Grafeno está chegando para tentar, de uma vez por todas, conciliar altíssima potência (vários núcleos) e baixo consumo de energia. Apesar do avanço nas pesquisas e do investimento feito, ainda é muito cedo para dizer se esta tecnologia será o futuro destes componentes tão complexos e poderosos. Só nos resta esperar e acompanhar todos os detalhes de mais uma reviravolta tecnológica.

Cupons de desconto TecMundo: