Desde a última sexta-feira (2), a montadora Mercedes-Benz começou a testar sua frota de caminhões autônomos pelas autoestradas da Alemanha. Os veículos da linha Actros fazem a maior parte do trajeto entre Denkendorf e o aeroporto de Stuttgart no piloto automático, apesar de um condutor humano estar presente em todas as viagens.

A viagem inaugural contou com o Dr. Wolfgang Bernhard, membro do conselho da Daimler AG – empresa dona da marca Mercedes-Benz – ao volante e o primeiro ministro do estado de Baden-Württemberg, Winfried Kretschmann no banco do carona. Os caminhões autônomos foram aprovados como veículos de teste pela legislação de trânsito daquele país, além de terem sido liberados pela Autoridade de Inspeção Técnica Alemã em Rhineland.

De acordo com a Mercedes, os veículos da linha Actros são mais seguros do que um conduzido por um ser humano, pois eles não correm o risco de cochilar na direção ou se distrair por algum outro motivo. O sistema Highway Pilot (piloto automático em autoestrada, em tradução livre) avisa quando o caminhão está prestes a sair da rodovia, passando a direção para o motorista com o simples toque de um botão.

Se o veículo detecta que está em uma situação em que a atenção do condutor seja necessária, como tempo ruim que impede o correto funcionamento dos sensores, ele emite sinais sonoros e luminosos dentro da cabine para alertar ao humano da situação. Isso é feito com tempo o bastante para que a pessoa tome o comando do caminhão, mas caso não haja nenhuma resposta, o caminhão reduz a velocidade até parar de forma segura.

Você acha que veículos autônomos seriam capazes de rodar nas estradas brasileiras? Comente no Fórum do TecMundo