Se você já visitou alguma mina na sua vida, deve ter visto que esses locais de exploração contam com veículos realmente enormes e de aparência bruta. A função deles é simples: transportar uma quantidade absurda dos mais variados tipos de detritos e materiais de um lado para o outro, facilmente atingindo a marca de uma tonelada.

Um desses caminhões monstruosos é o Liebherr T282B, veículo que tem um pouco mais de 14 metros de comprimento e 7 metros de altura — e as imagens desta notícia mostram como ele é grande. Por conta das suas dimensões, o T282B é vendido desmontado, já que ele não pode trafegar em vias normais, sendo montado quando chega ao seu destino final.

Não é feito para correr...

Além de tudo isso, o veículo é capaz de carregar 400 toneladas de somente uma vez. Na mina de ouro chamada Cortez (Estados Unidos), local em que o pessoal do site SlashGear foi conhecer o caminhão, são carregadas 350 toneladas por viagem. Para que isso possa acontecer, as escavadeiras despejam pedras e terra apenas três vezes nas enormes caçambas.

Assim como você já deve ter imaginado, esses caminhões contam com uma estrutura que é toda grande — somente os pneus custam US$ 50 mil (cerca de R$ 115 mil) a unidade, com a necessidade de três pares por T282B. Enquanto isso, os veículos inteiros chegam a marca de US$ 4,5 milhões (R$ 10,3 milhões).

Para que esses “monstros” possam se movimentar, a Liebherr oferece dois tipos de motor: um V18 de 78 litros ou um V20 de 90 litros. Esses motores são utilizados para alimentar o sistema elétrico dos caminhões, permitindo uma velocidade máxima de 64 quilômetros por hora — o suficiente para um veículo que carrega centenas de toneladas.

Números que vão ainda mais alto

Por motivos de segurança, na mina Cortez, os T282B são guiados do lado esquerdo das passagens, mesmo lado em que a cabine do motorista fica. Além disso, por conta da sua estrutura muito avantajada, o caminhão tem diversos pontos cegos. Sendo assim, a empresa responsável pela fabricação utilizou telas LCD que auxiliam em manobras.

Ainda tendo como foco a segurança dos trabalhadores da mina, estes caminhões são revisados uma vez por mês, resultando em um custo alto de manutenção. No entanto, em 2013, os T282B auxiliaram a mina Cortez a extrair cerca de US$ 1,68 bilhão (cerca de R$ 3,8 bilhões) em ouro. Pelo visto, o investimento vale a pena, não é?

Abaixo, você confere uma galeria com mais imagens registradas pelo SlashGear.