Caminhões basculantes são muito usados em construções e em preparações de terreno, sendo responsáveis pelo transporte de entulhos, terra, areia ou qualquer outro elemento em altas quantidades e com velocidade.

E será que existe alguma forma de otimizar esse tipo de equipamento? De acordo com a Komatsu, a resposta é "sim" e estaria na aplicação dos conceitos de veículos autônomos ao equipamento. Ou seja: criar um caminhão basculante autônomo.

A Komatsu já desenvolveu os conceitos e protótipos do veículo, que pode ser considerado um caminhão com duas traseiras — uma vez que não há cabine, parece realmente que o veículo surge "sem cabeça" nos trajetos.

Sem cabine, o caminhão autônomo parece ter duas partes traseiras

O caminhão está sendo chamado de "Autonomous Haulage System" e funciona da seguinte forma: os responsáveis criam as rotas de coleta e deposição dos materiais e dão as instruções ao sistema.

Depois disso, ele vai até a área de coleta e é carregado por outros tratores (estes controlados por humanos). Com a carga completa, é só ir ao ponto de deposição e deixar todo o material.

Ainda não há previsão de quando veremos os caminhões da Komatsu no mercado, mas já existem alguns estudos de como levar o equipamento para o mercado de mineração. Será que em breve veremos os veículos autônomos dominando esse segmento?