A Scania, em parceria com a Cunzolo, apresentou o caminhão-guindaste com a maior capacidade de carga da América Latina. Ele pode levantar até 40 toneladas de material diverso com alcance de 42 metros na vertical ou 32 metros na horizontal. É interessante notar que outros aparelhos do tipo disponível no Brasil e no resto da América Latina chegam no máximo a 25 toneladas e 30 metros de alcance vertical.

O guindaste customizado foi construído sobre o caminhão fora de estrada Scania G 440 8x4, desenvolvido incialmente para um outro guindaste italiano. “Trata-se de uma venda emblemática, fruto de um grande trabalho de engenharia e parceria entre as empresas para encontrar a configuração perfeita”, comentou Victor Carvalho, diretor de Vendas de Caminhões da Scania no Brasil.

Pelo fato de o chassi Scania ser produzido em sistema modular global, a adaptação foi facilmente obtida, e a Cunzolo não precisou importar o veículo. Na fábrica da Scania em São Bernardo do Campo (SP), o caminhão já saiu preparado para receber a carroceria Fassi, com todas as adequações específicas feitas na longarina, da mesma forma que na Europa.

Esse produto deve ser ideal para atender as indústrias da aviação, aeronáutica, química, de papel e celulose, automotiva, metalúrgica e siderúrgica. Em razão de a economia brasileira passar por um momento de desaquecimento, Marcos Cunzolo projeta aumento de 2% a 3% de faturamento com o novo produto de sua frota. “Mas cresceremos de 5% a 7% assim que o mercado voltar à normalidade. As expectativas são muito promissoras”, revela. O valor estimado do caminhão-guindaste é R$ 1,5 milhão.