O estudante de tecnologia da computação Zdenek Kalal, da Universidade de Surray, Inglaterra, desenvolveu um algoritmo capaz de transformar câmeras de vídeos em olhos atentos. Com ele, as câmeras se tornam aptas a rastrear objetos de forma inteligente, captando inúmeras imagens e analisando os quadros de modo a encontrar o item desejado. Esse é, provavelmente, o mais sofisticado sistema de rastreamento desenvolvido até hoje.

O vídeo acima, apesar de estar em inglês e sem legenda, é bastante esclarecedor para se compreender como, basicamente, funciona na prática a “Predator” (predador, em português), nome dado à pequena câmera inteligente. O próprio Kalal é quem aparece no filme e fala um pouco sobre sua criação, explicando que mesmo que o objeto saia do campo de visão da câmera, quando retorna, é novamente marcado.

A tecnologia, que parece ter saído diretamente de filmes de espionagem e ficção científica, é capaz de reconhecer o objeto a ser rastreado em poucos segundos. A partir dessa nova criação, sistemas de segurança podem se tornar muito mais eficazes, reconhecendo rostos de pessoas autorizadoas que entram em um local restrito, por exemplo.

Isso porque a câmera tem a capacidade de reconhecer rostos pré-definidos, indicando aqueles que não são conhecidos. Em suma, a “Predator” é capaz de “aprender com seus erros”, armazenando o visual de todos que passam diante dela.

Cupons de desconto TecMundo: