A série de câmeras digitais compactas G, da Canon, foi atualizada. Anunciada pela empresa nesta semana, a Powershot G3 X conta com sensor de 20,2 MP, grava vídeos a 1080p (60 fps), tem estabilizador de imagem e entrada para microfone externo; tudo pode ser monitorado através de um visor LCD articulado de 3,2 polegadas. O preço do produto poderá ser adquirido a partir de julho por US$ 999.

O sensor de imagem da mais nova integrante da flagship tem uma polegada e se mostra inferior ao de modelos predecessores como G1 X e G1 X Mark II, ambas equipadas com um CMOS de 1,5 polegada. O componente de hardware, menos parrudo, possibilita um zoom óptico de 25 vezes (o que equivale a uma lente f/2.8-5.6 de 24-600mm).

Dedicada a fotógrafos amadores

Quem decidir comprar a Powershot G3 X terá de estar ciente das limitações da máquina: nada de vídeos em 4K, super slowmotion, um sensor capaz de “enxergar o escuro” ou controles manuais minuciosos de abertura de diafragma ou velocidade de obturador. A intenção da Canon com seu mais recente anúncio é atender às necessidades de fotógrafos menos exigentes, que estão acostumados com câmeras intermediárias de celulares, por exemplo.

Para o registro de imagens à noite e captura de filmes em 4K por aspirantes a cineastas são opções três câmeras que foram anunciadas pela Sony na última semana: a AZR II, que conta com sensor pioneiro de 42,4 MP do tipo “Full Frame Backside Illuminated”, ISO nativo de 100-25.600, 399 pontos de detecção autofocos e sistema de estabilização 5-axis, e as RX10 II e RX100 IV, que podem filmar em 1824x1026 a 240 fps, têm filtro ND nativo e ficam na faixa dos US$ 1 mil (conheça as especificações técnicas aqui).

Cupons de desconto TecMundo: