O Linux é conhecido por sua adaptabilidade, por poder ser instalado em diversas máquinas que contenham um processador. Agora, um grupo hacker que se identifica como Magic Lantern conseguiu colocar o kernel 3.19 do sistema operacional de código aberto em uma câmera reflex da Canon.

Até então, o grupo tinha feito alguns progressos em acessar os recursos muito próximos ao hardware da câmera, como o display e o leitor/gravador de cartão SD. Por enquanto, é isso que o Linux faz no aparelho: mostra alguns textos, executa códigos e pode acessar a RAM.

No entanto, o feito abre caminho para que desenvolvedores de software e outros hackers criem novas ferramentas para substituir ou expandir os recursos da câmera. A própria Magic Lantern trabalha em uma interface gráfica, e, um dia, o Linux pode até substituir completamente o sistema que vem instalado de fábrica.

Por enquanto, a instalação do Linux é possível somente nos modelos 60D, 600D, 7D, 5D2 e 5D3 das câmeras Canon EOS. Quem quiser testar isso pode ir ao fórum do Magic Lantern, mas é por sua conta e risco, tá?

Cupons de desconto TecMundo: