Atualmente temos ótimos exemplos de boas câmeras em smartphones top de linha. Esses aparelhos são muito versáteis e conseguem fazer boas fotos em condições ideais. Contudo, quando você força um pouco essas condições, as fraquezas desses aparelhos se revelam.

Boa parte desse problema é devido à impossibilidade de controlar a quantidade de luz que entra nessas câmeras, uma vez que esses componentes são muito pequenos em smartphones e peças mecânicas que realizem esse trabalho estão praticamente fora de cogitação. Portanto uma saída para essa situação seria o uso do Smart Glass ou Vidro Inteligente para essa finalidade.

Pelo menos é o que sugere o pesquisador alemão Tobias Deutschmann, um físico da Technische Universitaet Kaiserslautern. Ele sugere em sua pesquisa o uso de materiais eletrocrômicos em uma das camadas das lentes dos smartphones e, com isso, seria possível controlar a quantidade de luz que entra no dispositivo. Isso aconteceria porque materiais eletrocrômicos podem mudar seu nível de opacidade de acordo com a aplicação de determinada voltagem elétrica, permitindo a entrada de mais ou menos luz no sensor de um smartphone.

Controle de luz funciona basicamente dessa maneira em câmeras atuais

Dessa forma, não seria necessário construir uma íris mecânica em miniatura para realizar a mesma tarefa para uma câmera tão pequena, o que Deutschmann considera simplesmente inviável com a tecnologia atual. Em câmeras DSLR comuns, essas semiprofissionais e profissionais que fotógrafos e entusiastas usam, o controle de luz é de responsabilidade do que chamam de diafragma, essencialmente uma íris mecânica que pode ser aberta e fechada a gosto do usuário.

Vai demorar um pouco

Até o momento, a pesquisa da universidade alemã nessa área ainda é relativamente nova e, por isso, ainda não produziu resultados que podem ser aplicados comercialmente. De qualquer maneira, com essa técnica aperfeiçoada, fotos feitas em celulares poderiam ser tão boas quanto as fotografadas com câmeras profissionais e semiprofissionais.

Fora isso, como a voltagem para controlar a opacidade de materiais eletrocrômicos é bem baixa, qualquer smartphone da atualidade poderia lidar com um componente dessa natureza sem qualquer comprometimento. Contudo, ainda não há expectativas de lançamento comercial para as lentes de Deutschmann.

Cupons de desconto TecMundo: