(Fonte da imagem: Reprodução/CNN)

Você já deve ter visto em filmes ou documentários como a visão de um inseto pode ser curiosa, graças à sua estrutura peculiar. Mas como seria ver o mundo dessa maneira? Um grupo de cientistas da Universidade de Illinois pensou o mesmo, o que acabou resultando na criação deu uma câmera bem diferente das que estamos acostumados.

O aparelho é composto, basicamente, por uma enorme quantidade de pequenas lentes e sensores de câmeras enfileirados sobre uma semiesfera. Com isso, o grupo pretende atingir “180 graus de campo de visão com zero aberrações”, além de uma profundidade de visão quase infinita, segundo John A. Rogers, um dos professores participantes do projeto, no anúncio da universidade.

Embora o resultado atingido por eles seja realmente impressionante, o número de lentes utilizadas permite uma qualidade de imagem pequena, segundo a CNN. A câmera se aproxima da visão das formigas vermelhas, que possuem o equivalente a 180 lentes; basta compará-la a insetos como as libélulas, com 28 mil lentes, para entender a diferença.

Cupons de desconto TecMundo: