(Fonte da imagem: Divulgação Nikon)

A Nikon, terceira maior produtora de câmeras fotográficas do mundo, acaba de introduzir no mercado sua primeira câmera sem espelhos, para competir com suas rivais Sony e Panasonic. Embora tenha demorado em lançar esse modelo, o atraso deu tempo para a empresa estudar melhor o que o consumidor espera dos aparelhos e, assim, lançar dois tipos com focos específicos.

O mais simples, conhecido como J1, será produzido para o público casual. O modelo é mais leve, pesando apenas 277g e será comercializado em 5 diferentes cores, incluindo o rosa. Dessa forma, a câmera deve agradar ao público feminino, que, segundo a Nikon, tem tido um crescente aumento no interesse por fotografia. (Fonte da imagem: Divulgação Nikon)

O segundo modelo, intitulado V1, é para o fotógrafo profissional. Com 383 g, a câmera possui a mesma lente do modelo J1 (10-30mm), mas com o incremento de uma porta para conexão de acessórios (como um flash externo), disparador mecânico e microfone estéreo. Ambos os modelos possuem lentes externas.

As câmeras sem espelho devem ser a nova tendência no mercado da fotografia, por serem capazes de oferecer qualidade e funções dignas de grandes câmeras profissionais em equipamentos menores. Contudo, a evolução dessa tecnologia ainda é lenta e esbarra nos preços mais altos. Entenda essa tecnologia.

Ainda não há previsão da chegada dos produtos ao mercado brasileiro, mas, no exterior, o lançamento deve ocorrer na segunda metade de outubro, com preços que variam de 650 a 900 dólares.

Pacote de Lentes

Junto do lançamento das câmeras J1 e V1, a Nikon também apresentou as novas lentes compatíveis com o sistema “1 Nikkor”. Elas são capazes de produzir imagens em Full HD e possuem sistema de redução de vibração. Os modelos lançados são os seguintes:

VR 10-30mm com abertura f/3.5-5.6;

VR 30-110mm f/3.8-5. 6;

VR 10-100mm f/4.5-5.6 PD-ZOOM;

1 NIKKOR 10mm f/2.8.

 

Fonte das imagens: Divulgação Nikon.

 

Cupons de desconto TecMundo: